quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A do mês é a melhor

Tema: Jogos infantis
Por Nina Reis

É tão complicado falar de jogos infantis em uma época que quase não se vê mais crianças brincando nas ruas.
O lance agora ficou por conta dos jogos on-line e isso me faz acreditar que as crianças não são tão felizes quanto as da minha época: posso garantir que o contato físico era e ainda é primordial (pra mim).
No meu tempo, tudo era mais interessante, até as brigas das crianças conseguiam ser divertidas.
Me lembro bem de todos os jogos que eu brincava na rua com minhas amigas, meus primos, os amigos dos amigos e os amigos dos meus primos.

O tempo era maior e a diversão imensurável.

Fazíamos o que tivéssemos a fim, sem nos preocuparmos com os carros (que hoje tomam conta do mundo), com as pessoas que passavam por perto (que hoje nos causam medo), com a sujeira nos pés (que hoje é motivo de nojo) ou nas roupas (que hoje, bom, esse eu nem sei rsrs). Tudo era mais intenso.
As historinhas infantis daquela época eram as melhores. Quando não queríamos escutá-las na minha vitrolinha, me lembro bem, fazíamos encenações (sim, um teatrinho mesmo).
Os lanches eram mais gostosos. Quando não queríamos comê-los de imediato, brincávamos de supermercado (até tinha uma maquininha), ou brincávamos de escolinha, com direito a quadro negro, giz e umas bronquinhas de professora e, na hora do lanche, devorávamos os biscoitinhos (mirabel e bolacha tostines).
Ainda no meu tempo era comum as brincadeiras de roda, de pique-pega, pique duro, salada mista, queimada, três cortes, esconde esconde, caracol e muitas outras que trago guardadas em minha memória.
Me lembro que até os trotes passados ao telefone eram motivos de brincadeira. Do tipo:
- É da casa do seu Pires?
- Não.
- Então deixa eu falar com a dona Xícara.
é ... nos divertíamos mesmo quando queríamos fazer armações.
De todas as brincadeiras, uma das que eu mais gostava era a que tinha o nome: mês. Uma brincadeira simples mas que me divertia muito. Caso alguém não saiba qual é, vamos esperar a próxima Convenção Anual do Guaraná com Canudinho que eu conto pra vocês.
Afinal de contas passamos nossos melhores juntos em que, sem medo e. sem vergonha alguma, brincamos de ser feliz e deixamos a criança que vive em nossos corações nunca morrer (adoro final brega).

32 comentários:

  1. Robocop Gay
    Mamonas Assassinas
    Composição: Dinho / Júlio Rasec

    Um tanto quanto másculo
    Ai, e com M maiúsculo
    Vejam só os meus músculos
    Que com amor cultivei

    Minha pistola é de plástico (quero chupar-pa)
    Em formato cilíndrico (quero chupar-pa)
    Sempre me chamam de cínico (quero chupaar...)
    Mas o porquê eu não sei (quero chupar-pa)

    O meu bumbum era flácido
    Mas esse assunto é tão místico
    Devido a um ato cirúrgico
    Hoje eu me transformei

    O meu andar é erótico (silicone yeah! yeah!)
    Com movimentos atômicos (silicone yeah! yeah!)
    Sou um amante robótico (silicone yeeah...)
    Com direito a replay (silicone yeah!)

    Um ser humano fantástico
    Com poderes titânicos
    Foi um moreno simpático
    Por quem me apaixonei

    E hoje estou tão eufórico (doce, doce, amor)
    Com mil pedaços biônicos (doce, doce, Amor)
    Ontem eu era católico (doce, doce, amoor...)
    Ai, hoje eu sou um GAY!!!

    Abra sua mente
    Gay também é gente
    Baiano fala "oxente"
    E come vatapá

    Você pode ser gótico
    Ser punk ou skinhead
    Tem gay que é Mohamed
    Tentando camuflar:
    Allah, meu bom Allah!

    Faça bem a barba
    Arranque seu bigode
    Gaúcho também pode
    Não tem que disfarçar

    Faça uma plástica
    Aí entre na ginástica
    Boneca cibernética
    Um robocop gay...

    Um robocop gay,
    Um robocop gay.
    Ai... eu sei,
    Eu sei
    Meu robocop gay...

    Ai como dói!

    ResponderExcluir
  2. Meus amores, Marininha vai ficar ausente, como cês sabem, e pediu pra eu postar pra ela.
    Sou obediente.
    Amanhã (oppps, hoje) eu volto e comento esse trem.
    Troquei a caçada do Chico pelo robocop... hehe
    Eu não presto!!!

    ResponderExcluir
  3. g-sus, que música é essa!?
    uhaduhauhauha

    ResponderExcluir
  4. eu não sei a brincadeira do mês.
    ou sei e não estou reconhecendo?

    ._.

    ResponderExcluir
  5. Tafffarito achou a música assim, estranha? Tão meiga ela... hehe

    ResponderExcluir
  6. No meu tempo... Essa expressão se repete a cada tempo e tenho uma teoria que pode parecer imbecil, mas vamos lá: o tempo que a pessoa viveu determinada coisa é sempre mais intenso, mas não creio nisso de que melhor ou pior.
    As evoluções vão acontecendo e os indivíduos acompanham tudo; uns menos, outros mais. E se houve um aspecto menos ou mais ruim foi por causa de alguma circunstância específica e não por conta da época dos fatos ocorridos.
    Será se me fiz entender? Vamos lá: No meu tempo... eu brincava mais na rua, muito mais que hoje, mas algumas crianças de minha idade não tinham essa oportunidade, muitos já trabalhavam, inclusive. E a infância desses mais sofridos foi melhor que a de uma criança de hoje? Por certo que não. Então, por essas e por outras eu não concordo com isso de que No meu tempo... era melhor. Era e é apenas diferente da de outro tempo.

    Puttzzz, isso foi quase um post!!!

    ResponderExcluir
  7. No meu tempo... eu brincava mais na rua, muito mais que hoje,as crianças brincam... preciso complementar. A frase ficou cortadinha...hehe

    ResponderExcluir
  8. Hummmmm, a criança gostava de contato físico desde cedo, né? SAFADA!!!!

    ResponderExcluir
  9. é muito bom a hora do lance quando brincamos, né? E eu, como era uma mãe muito bouUUUUUUa, tinha de tudo aqui pra essa capetada...

    ResponderExcluir
  10. Quantos pulsos de trote eu paguei na minha vida, minhas gentes?
    Quero ser indenizada!!
    E eu que pensava saber de tudo que rolava por aqui na minha casita. Doce engano...

    ResponderExcluir
  11. Que saco de brincadeira "mês" é essa? Nunca vi isso...
    Tô de catapora preta já... hehe
    Até chegar janeiro, mó deuso!!

    ResponderExcluir
  12. Marinete passava trote???
    Jogo do mes???Volta aí pra contar isso melhor. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Achei a música meio fora do contexto tb.

    falomesmo.

    ResponderExcluir
  14. Pique-duro???
    Como é isso, minha gente???

    ResponderExcluir
  15. Quantos IMPULSOS será que a mainha gastou com trotes???
    haha

    Ela vai ficar com ÍMPIO!!!

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Nossa, Marina, essa do Seu Pires eu não sabia!!! Só os trotes básicos como o do fusca verde e do açougue. Agora pique-duro e a do mês não conheço não, pelo menos com esse nome.

    Acho que criança hoje em dia já quer pular etapas, brincar de ser adulto (e aquelas roupinhas que são cópias do guarda-roupa do pai/mãe, ah nemmmmmm) e além de tudo, tem muitas que preferem a tv, o video game e o computador a uma boa brincadeira com o tal do contato físico.

    Ai, que saudade da minha infância, rsrsrsrs.

    (E essa música já era da minha adolescência, meus pais o-d-i-a-v-a-m!!!!)

    bjus!

    ResponderExcluir
  18. Genteeeee, ele reclamando da música também... olha só...

    ResponderExcluir
  19. Oi minhas gentes
    .
    Cheguei de Pirenópoles, foi MARAVILHOSO. Quem quiser conhecer, é só acessar o site http://www.centrocaraivas.com/home.html

    Olhem só ..
    pique-duro é aquela brincadeira que 1 corre atrás dos outros e se ele encostar em alguém, essa pessoa ficará feito estátua e só poderá se mover quando um companheiro encostar.
    entenderam?
    .
    a do mês .. bom, essa só se brincarem comigo eu conto.
    beijocas pra todos.

    ..

    ResponderExcluir
  20. Quanto aos trotes .. a maioria eram feitos da casa da minha coleguinha de sala. Então Rosaninha fique tranquila ..
    mas eu gastei o tel foi com outras coisinhas que só contarei em outro post.
    kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  21. Rafa, Taffa e Mamita
    saudade de vocês.
    .
    Pri, obrigada pela visita.

    beijocas pra todos.

    ResponderExcluir
  22. realmente a música tem assim.. tudo a ver, né?


    [?]

    ResponderExcluir
  23. No meu tempo comentários eram comentários e posts eram posts.

    tô zuando mãe, achei a aula super digna e concordo, sim.

    ResponderExcluir
  24. e eu adorava a brincadeira do mês também.

    ResponderExcluir
  25. e os lanches eram ótimos, porque mamãe é uma ótima mãe, é verdade.

    mirabel.

    ResponderExcluir
  26. tem quinhentas variaçõesde pique né?
    incrível.

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi