quarta-feira, 16 de abril de 2014

Silêncio

Tema: porta-retratos
Por: Nina Reis




As brigas eram constantes e a vizinhança certamente ouvia toda a discussão.
O silêncio depois tomava conta de toda casa, mas logo era interrompido por alguns sussurros ditos como juras de amor e minutos depois um ronco insuportável do homem que se dizia chefe da casa. 
Feliz era Cecília, a filha mais nova do casal, que nada entendia dos barulhos e silêncios diários, porém guardava em sua escrivaninha todas as mais fantásticas recordações emolduradas em lindos porta-retratos. 
Passarão anos e anos e com certeza será melhor o silencio das fotografias que os incógnitos barulhos que Cecília ouvia.  

terça-feira, 15 de abril de 2014

Selfie.love

Tema: Porta-retratos
Por Rafael Freitas


_ Preciso de uma foto sua
_ Ah, tenho nenhuma boa, não.
_ Então a gente podia tirar uma juntos, bem bacana!
_ Mas eu nem gosto de tirar fotos...
_ Só uma. O que que custa?
_ Não gosto, só isso.
_ É só pra eu colocar no meu mural. Ou num porta-retratos.
_ Mas pra que isso?
_ Por que uma foto na parede ou na estante é sinal de amor.


Click!

_ Ficou bonita! Mas e essa cara de bobo?
_ ...



segunda-feira, 14 de abril de 2014

Sobre Antônio, o Colecionador.

Tema: porta-retratos
Por Laura Reis

Sozinho desde criança, nunca se deu bem nem com os vizinhos. Não se ouvia falar em família e muito menos em qualquer caso amoroso. Intitulou-se um exímio colecionador de porta-retratos.
A verdade que a moldura escondia é que os modelos ali retratados eram sua única companhia e, as paisagens, as viagens que nunca faria.


sexta-feira, 11 de abril de 2014

Sim, nós vamos morrer! Mas, antes, nós vamos viver!

Tema: livre
Por: Paulinha




Olá amigos do Guaraná com Canudinho!
Chegay! E vim acompanhada de muito beijinho no ombro e querendo falar sobre cultura Pop. Dá para acreditar o tanto de tempo que nos conhecemos?? E esse blog já faz aniversário de seis anos?? O tempo passa. Eu já tenho aluno indo para a faculdade.
E quando falamos de tempo logo penso na música de Gaduzinha:
“És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo, tempo, tempo, tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo, tempo, tempo, tempo”.
Também, lembramos do senhor da morte e sabe o que falamos para ele: hoje não, por hoje não! – Isso é cultura Pop. Fazer umas citações bem inerentes ao tema, no meio do post.
Vocês assistiram Álbum de Família com a linda da Meryl Streep??? O filme explicita e deixa bem claro que as mulheres não envelhecem muito bem! Isso me fez pensar em transformações e as diversas camadas que somos constituídos. E é isso que fazemos, nos esforçamos. Estou me desviando do assunto desse post, que é falar um pouco sobre como está minha vida, desde o dia que me afastei do Guaraná com Canudinho. E cá estou eu vivendo loucamente na Cultura Pop!
Descobri que sou muito nerd!
Sou uma péssima cozinheira, barra dona de casa, barra motorista, barra organizadora de armários e afins (perco coisas).
Estou ficando louca com o álbum de figurinhas da copa (pelo amor de Deus vocês têm figurinhas repetidas para trocar?)
Decoro frases de livros, barra filmes, barra seriados, barra músicas, para ficar contando em bares, shows e eventos de família.
Decoro frases de livros, barra artigos, barra dissertações para impressionar professores e afins (a pós-graduação não acaba nuncaaaaa).
Meu inglês continua péssimo, mas, eu compro no ali express (cultura popssima aqui! Se vocês não conhecem esse site eu sinto vergonha do Varte* de vocês). Lá compra tudo barato (de roupas até torneira de pia da cozinha). Somente umas 6 coisas que eu pedi ficaram paradas nos Correios, mas eu paguei o imposto e recebi certinho. E eu duvido que haja trabalho escravo na China, porque veio tudo original. (hahahahahahaha)
Estou lutando contra a corrupção no Brasil
Não sei em quem votar nas eleições (e sim, acho política importante).
Estou mudando de apartamento (sem filhos por enquanto e sem cachorro. Edgar não quer nenhum dos dois).
Viciei em shakes de dieta e não consigo parar! Agora aqui em casa estão pensando em me mandar para grupos de apoio e afins, mas já disse que não vou para a rehab! Eu não tenho 70 dias.
E se vocês não gostaram desse post parem e pensem: tudo fica melhor com vinho na barriga! (ou cerveja, ou vodca, ou qualquer coisa com nível alcoólico; fica a dica)

Todas as citações encontradas do texto são dos seriados: Greys Anatomy (amo) e Game Of Thrones!

*Piada do Varte que citei acima:
O amigo chega pro Carzeduardo e fala:
– Carzeduardo, sua muié tá te traino co Varte.
- Magin !!! Ela num trai eu não. Cê tá inganado, sô.
- Carzeduardo !!! Toda veiz que ocê sai pra trabaiá, o Varte vai pra sua casa e prega ferro nela.
- Duvido!!! Ele num teria corage.
- Mais teve!!! Pode cunfiri.
Indignado com o que o amigo diz, o Carzeduardo finge que sai de casa, sesconde dentro do guarda-roupa e fica olhando pela fresta da porta.
Logo vê sua mulher levando o Varte para dentro do quarto pra começar a sacanage.
Mais tarde, ele encontra com o amigo, que lhe pergunta o que houve?
E então, o Carzeduardo relata cabisbaixo:
- Foi terrive di vê!!!… Ele jogou ela na cama, tirou a brusa… e os
peito caiu… Tirou a carcinha… e a barriga e a bunda dispencaro…
Tirou as meia… e apariceu aquelas varizaiada toda, as perna tudo cabiluda. E eu dentro do guarda-roupa, cas mão no rosto, pensava:
“- Ai… qui vergonha que tô do Varte!!!”


FIM!

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Nosso jeitinho...

Tema: livre
Por: Rosana Tibúrcio


Olha... quanta saudade eu tava de zoar de mim e dos meus filhotes fofos, sendo eu mesma ou na pele de Aninha. Falando em Aninha, quiseram matar a pequena bem antes das férias prolongadas do Guaraná. Mas qual o quê? Jamais!!! É que nós, ela e eu estávamos extremamente cansadas: muitos livros, textos grandes para ajustar, deveres de casa, composições, viagens sem fim para o Acre. E o Acre é longe. Muito longe! Às vezes, Aninha ia e voltava a pé. Mas estamos as duas de volta. Vocês terão que nos engolir!!

Nosso Guaraná com Canudinho sempre foi um blog diferente. Blog meio sem-vergonha, mas bem família. Adoramos saber que temos vários leitores e estranhamos o fato de que eles não se sintam à vontade para comentar nossos posts. Esse afastamento nunca foi nossa intenção.

Não que fizéssemos questão de números, ou que, por algum dia, pensássemos em pedir aos amigos e leitores: leiam nossos posts e, por favor: comentem. Jamais chegaríamos a tanta babaquice, mas comentários dos visitetes são muito bem-vindos. E ao que me parece, sempre cuidamos de responder, agradecer. Essa posição de nossos leitores não fomos nós que inventamos. Foi acontecendo sem percebermos.

Por que resolvi tocar nessa questão justamente no meu primeiro post o-retorno-eu-tava-morrendo-de-saudade? É que surgiu, num papo entre mim e o filhote Rafa, a ideia de fazermos algo para incrementar os comentários. Na verdade, foi o Rafa quem abordou essa questão (conto merrrmu), e eu apenas disse: não há o que fazer; nosso blog ficou naturalmente assim. Não acrescentei para ele, na hora, mas pensei depois que se isso viesse a acontecer, que fosse, igualmente, da forma mais natural possível. Talvez esse meu post sobre o assunto desiniba quem vem por aqui.

Então é deixar rolar e vamos continuar a ser o que sempre fomos: nós, do nosso jeito, mas abertos - agora registramos esse pensamento - a zoeiras em geral, por que né? Zoar é um exercício relaxante. Eu adoro, e não há porque um blog chamado "Guaraná com Canudinho" pretender algo filosófico, sério, carrancudo: somos quatro tios velhos (saudade Aninha) que tiramos algum tempo do dia para brincarmos de contar lorota no recreio, com lanchinho e guaraná. E cantando parabéns sempre, claro. Aliás, feliz aniversário para nós, e que possamos renovar por muitos e muitos anos nosso amor e nosso gás.

Agora, falando de algo mais objetivo, quanto ao tempo que ficamos sem postar vou contar para vocês coisas que eu fiz de janeiro para cá. Foi assim: no primeiro dia do ano eu mimimi aaahahaha Arrá!!! Levaram um susto né? Relaxem, seus lindos, isso é tema para um outro post.


Uma linda quinta-feira para todos vocês, minhas gentes, pois nas quintas há sempre algo diferente no ar e hoje há um desejo de que todos que aqui vierem sejam felizes e bem recebidos. 

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Para começar...

Tema: Livre
Por: Nina Reis

Nada melhor que férias, sombra e água fresca. No meu caso só férias mesmo, é, água fresca também porque o calor não está dando trégua não.
Iniciei o ano com o pé direito .... aham, com o pé direito fraturado. Confesso que “não é o que pediria de Natal” (como diz Rosaninha), mas foi o suficiente para melhorar muita coisa em minha vida. Era preciso um salto para que meu 2014 começasse melhor, tudo bem que poderia ser um salto sem fratura, mas vamos lá. 
Já comecei com várias coisas boas acontecendo, mudei de apartamento, dei uma elevada na minha autoestima, pela primeira vez cogitei a possibilidade em voltar para Patos, aprendi a amar o Padre Reginaldo, aprendi a amar minha mãe .. ops .. a amá-la muito muito mais, porque ela se mostrou inteligentíssima e aprendeu quantos gelos colocar no meu copo rsrsrs, ganhei roupas novas, lingeries novas, melhorei muito o meu atendimento profissional, podendo oferecer mais mimo e conforto para quem atendo, nosso blog voltou com todo gás, realmente muitas coisas mudaram e mudaram para melhor.
Serve um resumão sem rimas para iniciar? 
Aproveita e sirva-se, aqui tem e terá sempre muito guaraná pra você.