sábado, 26 de setembro de 2009

Conto de fadas ultramoderno

Tema Livre
Por Taffa

Era uma vez um emo que morava na Borda. Ele era louco por listras e tinha um apetite sobre-humano por bisnaguinhas com requeijão.
Seu sonho desde criança era atuar em novelas da Globo e quando completou dezoito anos, fez um processo seletivo para trabalhar em uma temporada da Malhação.
Por infortúnio, não foi pré-selecionado, pois acabou transmitindo aos jurados muito mais do que aquela novela precisava.
- Queremos atores-robôs-adolescentes-e-inanimados. – Eles disseram.
- Então meu coraçãozinho diz que eu não posso ficar mais aqui. – Declamou, saindo pela rua afora.
.
Após este ocorrido, ele caiu em profunda depressão. Encontrou o submundo do emocore e da MPB e conheceu um movimento anárquico que era conduzido por um revolucionário chamado Chico.
Arranjou novos colegas e se afiliou a um grupo de excêntricos chamado Le Bizarre, o qual passou a fazer parte desde então. A partir daí, começou a escrever em blogs para contar a sua história. E num desses blogs, conheceu pessoas fantásticas. Tão especiais, que passou a considerá-las da família e mesmo apesar da distância, o amor que ali nasceu não conseguiu mais se dissipar e continuou a durar infindavelmente.
.
Esse emo também fez vários amigos. Dentre eles, uma paulistana louca por gatos que sonhava em morar no campo, uma cantora de mpb que nas horas vagas trabalhava como publicitária e um menino intrépido e chato que se achava o tal só porque tinha o nome de um goleiro famoso.
Às vezes, o emo brincava de trocar mensagens via celular com esse amigo goleiro – um fato que ele adorava –, pois toda vez que eles se comunicavam, o emo se lembrava do quanto o abraço deles era apertado e forte.
.
O emo então passou a viver intensamente: ao lado de suas novas amizades, suas novas apresentações e sua nova família. E se você ainda quer conhecê-lo, basta que o encontre por aí, enquanto ele vaga por este mundão de ninguém.
Às vezes, ela cansa de ser emo e aparece vestido de bobo da corte, o que não é exatamente uma evolução, mas isso tampouco importa, pois nessas horas ele fica tão contente que costuma dizer que sente sua alma sair do corpo.
É quando realmente ele faz o que quer, pois canta, dança e interpreta.
Ele deixa seu jeito emo nostálgico de lado, porque ele divaga, ele sonha.
Ele transmite o amor que ele guarda lá dentro do peito dele.
E são nessas horas ele demonstra o quanto consegue ser feliz.
.

26 comentários:

  1. Caçada


    Composição: Chico Buarque


    Não conheço seu nome ou paradeiro
    Adivinho seu rastro e cheiro
    Vou armado de dentes e coragem
    Vou morder sua carne selvagem

    Varo a noite sem cochilar, aflito
    Amanheço imitando o seu grito
    Me aproximo rondando a sua toca
    E ao me ver você me provoca

    Você canta a sua agonia louca
    Água me borbulha na boca
    Minha presa rugindo sua raça
    Pernas se debatendo e o seu fervor

    Hoje é o dia da graça,
    hoje é o dia da caça e do caçador

    Eu me espicho no espaço feito um gato
    Pra pegar você, bicho do mato
    Saciar a sua avidez mestiça
    Que ao me ver se encolhe e me atiça

    E num mesmo impulso me expulsa e abraça
    Nossas peles grudando de suor

    Hoje é o dia da graça,
    hoje é o dia da caça e do caçador

    De tocaia fico a espreitar a fera
    Logo dou-lhe o bote certeiro
    Já conheço seu dorso de gazela
    Cavalo brabo montado em pelo

    Dominante, não se desembaraça
    Ofegante, é dona do seu senhor

    Hoje é o dia da graça,
    hoje é o dia da caça e do caçador

    ResponderExcluir
  2. Amores de vida meu,escolhi por conta próprio "Caçada de Chico Buarque".
    Rafa, por certo conhece bem a canção.
    Taffa, veja que linda dela, você que está conhecendo agora, a obra de Chico.

    Hoje é o dia da caça e do caçador...



    Tá, eu não presto!!

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post. E adorei não ter lido-o antes do dia, foi uma linda surpresa pra mim também.

    Amanhã eu volto pra comentar, ooopss, hoje.
    Vou ali assistir restinho do Jô e depois tem GT e Som Brasil, com Renato Russo... iurúúú

    ResponderExcluir
  4. Taffa!!! Que lindo seu post!. A maneira como descreveu esse "emo" foi poética. Bjs (será que exagerei?)

    ResponderExcluir
  5. acho lindo demais essas linhas que juntam o que vemos, o que sentimos e o que ouvimos das pessoas.
    bom demais.

    ResponderExcluir
  6. e o que as pessoas comem, também.
    aiasuhaisuhaisuhaisuhsa

    ResponderExcluir
  7. meu irmão é um ator-decarneeosso-jovemeexperiente-e-extremamente-explosível.
    ele não é um ator-robô-adolescente-e-inanimado

    ResponderExcluir
  8. ele não é um ator-robô-adolescente-e-inanimado [2]

    ResponderExcluir
  9. Ele não é emo.


    Talvez um bobo da corte sim, é bonitim...

    ResponderExcluir
  10. Ahhhhhhh, eu adorei o post.
    Muito lindo, muito muito. Mandou bem, Taffaaaaa!!

    Helô, adorei que cê veio cá!!

    ResponderExcluir
  11. Cheguei!

    Uau!
    A escolha da música foi perfeita!

    ResponderExcluir
  12. Ei, Taffarel!
    Brigadão!

    Lembro da manhã que trocamos as mensagens que deram início ao post!

    E lembro sim, sempre e sem precisar delas, dos abraços!

    ResponderExcluir
  13. Vale destacar: eu não sou emo,ok?!
    Só ele pensa assim.

    ResponderExcluir
  14. Que bom que gostaram!
    Tô superfeliz agora!

    ResponderExcluir
  15. que bom que a Laurinha, a Rosana e o Rafa gostaram!!

    feliz²!

    ResponderExcluir
  16. E o lance do coraçãozinho, hein hein!?

    Nostalgia, urruúuuu!

    ResponderExcluir
  17. Mil beijos pra todo mundo!
    Cheguei vivo da viagem!
    ufa!

    Logo conto toda a história engraçadíssima lá no meu bololog.

    abraçoooos!

    ResponderExcluir
  18. Bom-dia, meus amores.
    Genteee, teve o trem do coraçãozinha messss...


    Aqui, a Marininha ficou super correndo, tambem, no final-de-semana e vai ficar ausente do mundo virtual até quarta-feira, mas ja me mandou o post dela, da semana.

    beijosssssss e volto adispois.

    ResponderExcluir
  19. haha
    Genteee

    Eu não tinha percebido o lance do coraçãozinho!

    Que maldade. rs

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi