sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Título temporário

Ontem, quando recebi o tema sobre o post que faria, pensei logo de cara: “Difícil este tema! Ai que medo, vou escrever o quê?” Talvez porque sempre pensamos em tudo que queremos fazer e aquilo que não faríamos acaba “largado às traças”, pelo menos comigo é assim. No entanto, é só pensar um pouquinho que muita coisa aparece, muitos “bichos” surgem querendo dar o “ar da graça”.
Pois bem (como todos disseram) posso mudar de opinião mais tarde, mas HOJE digo que não faria certas coisas, como: Dançar qualquer música baiana, estilo É o Tchan! Literalmente nunca desceria na boca da garrafa, seja escondido, sozinha, em público, a dois, etc. Além de não curtir o estilo, não tenho ritmo e por isso respeitaria meu próximo evitando tal situação (rs).
Ah sim! Nunca desrespeitaria qualquer ser (animal, vegetal ou humano de qualquer idade), não tenho coragem e se faço não agüento o remorso e tenho que voltar atrás, por isso evito muito, afinal pedir desculpas nem sempre é fácil.
Quanto ao lado profissional, acredito que nunca me daria bem em certos campos, por isso não me atreveria a ser geóloga, bióloga, ou qualquer tipo de “oga” (só topo yoga! rs). Gosto sim dos animais, pretendo ajudar a salvar todas as espécies e o planeta de quebra, mas não curto ficar em uma praia fria, escura, para esperar uma tartaruga sair do mar e procriar as 2h00 da manhã, ou senão dormir na mata para ver um macaco que insiste em aparecer de noite. Nossa! Não daria conta!
Por falar em escuro, tenho um problema com escuro: não gosto e, se estiver sozinha, a situação cresce de um jeito que passo mal, então não me vejo em situações como: no meio da mata ou no meio do oceano à noite! Há exceções, claro! (cruzeiros chiquérrimos, por exemplo!) Mas na maioria dos casos, escolheria ficar em casa.
No amor, não namoraria outra mulher, nada contra as que gostam e desejam tal situação, mas comigo não rola, não dá química. Não toparia também um homem que não fosse “limpinho”, daí vocês pensam: “Isso é lógico!” Também acho lógico, mas nem todos pensam assim (rs). Na minha época de balada tive vontade de apresentar a escova de dente e o desodorante a muitos. Ainda no campo relacionamento, eu nunca toparia ir a uma casa de “swing”, pra mim quando um casal precisa disso é melhor juntar as malas e “irsembora”, não vejo sentido nenhum nesta prática e acho que é o caso de “ir-me” embora somente com a proposta (rejeição total).
Tem também outras coisas que eu não faria nunca, como ir a programas de auditório (Raul Gil, Gugu Liberato e Cia) ficar pulando com pom-pom na mão, ligar para o chat-line a procura de um novo amor, beber exageradamente e dar vexame em público, chegar muito próximo de bichos “moles” (como minhoca e suas colegas de espécie), desfilar na fonte da praça (em épocas de festa da cidade, eles fazem da fonte uma passarela para as tops da região), na verdade eu não desfilaria nem na fonte e nem em lugar nenhum e com certeza eu NUNCA dançaria com Daniel na frente de 2 mil pessoas (uma menina bordamatense realizou seu desejo de “encoxar” o Daniel este ano), nada contra, mas fiquei com vergonha por ela (rsrs), a tal vergonha alheia!


Pois é, para quem não tinha muito o que escrever eu já fui longe demais e é melhor ir parando por aqui antes que o texto fique mais comprometedor! rsrs
Namastê meus queridos!

17 comentários:

  1. Ah, Haline!
    Eu sempre te imaginei dançando o Tchan, ou melhor, aquelas coreografias com figurino micro estilo Calcinha Preta! haha

    E eu seria biólogo. Tinha pensado em fazer faculdadede biologia até!
    Eu ia adorar estudar a fauna marinha de Fernando de Noronha, por exemplo... rs

    ResponderExcluir
  2. Ah!
    Isso de desfilar na ponte da praça foi tão divertido!
    Mas deveria, viu...
    Vc é bonita, cabelo bonito! Ia ser um sucesso em praça pública!
    urruuullll

    E adorei ter lembrado dos programas de auditório com pom-pom!
    hahahaha

    ResponderExcluir
  3. Olá "crianças", tudo bem??

    Rafa, não escuto a música então pra mim tanto faz, mas se quiserem mudar fiquem a vontade, sintam-se em casa! rsrsrs

    Mas tarde volto com calma para ver como anda tudo por aqui.

    Bjoosssss

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Boa-tardeeeeeee, pessoas.
    Assim como ontem, hoje eu tô toda correndinho também.
    Halineeeeee, adorei isso "jamais fazer", aliado à "vergonha".
    Olha lá viu? A vida pode, ainda, te reservar grandes surpresas... hehehe
    Sabe-se lá: o que nos envergonha hoje, pode ser nosso estilo amanhã.
    Puttz, isso mais parece uma praga.
    Mas sei lá, parece que cê leva jeito de "encoxar" um Wando, quem sabe? hahahahah

    ResponderExcluir
  6. E a psicóloga? Olha outro "oga" aí...
    Dançar na boquinha da garrafa é fatal, dançam com pom pom, ir no Gugu ou Eliana, quer dizer, Raul Gil - Raul Gil parece ser bom de serviço, responsável e mais ético... Agora Gugu, Cleber e Eliana, dá não.
    Adorei o medo da minhoca... haaha ou seria nojo? Mas olha só, há minhoca e minhocas, viu? Não vá se estressar... haha
    .
    Agora isso de não namorar mulher é interessante você se cuidar. Há muitas que se travestem de homem e depois: "babau", bilau que é bom, num há.
    Homem fedorento tá na lista dos meus "jamais faria"... é foda. Boca e suvaco federento é absurdamente "antiafrodisíaco", tá pau a pau com a burrice, na minha forma de ver. Te dou maior apóio nesse "jamais faria", pois dele é fácil você se esquivar, penso!!

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu texto, é um parecido assim que eu queria ter feito ontem, mas não consegui, não tive tempo, nem inspiração.
    Parabéns...

    Ah, Rafa, nem precisa trocar a música, deixe meu gostosão cantando...
    Beijos Haline, adorei que você veio na sexta, volteeeee!

    ResponderExcluir
  8. Paulinha viajou, não sei se sabem, ela deve chegar em Sampa só à noite, talvez nem comente hoje.

    A Nina tava ontem sem net, e hoje ainda não sei se tá tudo ok. Caso ela não apareça é isso, e depois do trabalho ela vai trabalhar no Samba e não deve acessar mais hoje.
    FUI AMORESSSSSSS!

    ResponderExcluir
  9. Marina Garrafinha hahaha12 de setembro de 2008 17:40

    Ei .. consegui aparecer ..
    Mamita, obrigada por dar notícias de mim. Adorooo.

    Haline, .. adorei de paixão seu texto.
    Nossa Senhora, eu jamais iria no programa do Gugu.
    .. HAHAH , eu dancei muito na boquinha da garrafa hahaha
    e já liguei em chatline, na minha época se chamava disk amizade .. Meu Deus, eu fiz isso mesmo? nem crêdito.
    hahah

    Adorei o encoxar o Daniel, jamais dançaria em público.

    Biologia, aff, jamais faria tbm ..
    ..

    Muito bom, muito bom.

    Beijocas pra todos vocês.

    AMO TUDO ISSO

    ResponderExcluir
  10. Guaranetes, mas que convidada mais relapsa esta, não? Posta em uma sexta e só vem aparecer na SEGUNDA FEIRA! rsrs
    Mil desculpas, mas é que tá apertado o tempo por aqui, minha mãezinha (de 67 anos) caiu no banheiro semana passada e fraturou uma vertebra da coluna, estou tendo que ajudá-la em tudo e acabou não dando tempo de aparecer.... =/

    ResponderExcluir
  11. Mas vamos lá:

    Rosana, se te disser que não tinha percebido este "ar" de vergonha no texto, vc acredita?? Só depois que vc falou é que li novamente e percebi que a maioria das coisas que "não faria" é pq tenho vergonha... pontos a serem trabalhados então! rs

    E eu tenho esta noção de que posso mudar de opinião (nesta ou em outra vida). Vai que na próxima eu apareço lá no pelourinho, filha(o) de pais cantores!!! Acredito que estaria descendo na boquinha da garrafa aos 2 anos de idade! hahahaha
    Mas nesta, como Haline, irá demorar um tempo pra eu fazer isso...

    rs

    ResponderExcluir
  12. Rafa, vc me imaginou dançando axé??? hahahahaha
    Quer saber, acho que vou pedir pro Edinho dar umas aulas de dança pra mim (meu marido é pagodeiro e dança muito bem)... quem sabe nas proximas férias vou com vcs para Patos e lá en dence um axézinho com Marina, que já é "expert" no assunto... rsrs

    ResponderExcluir
  13. Pessoas, agora tenho que trabalhar, depois venho comentar este post LINDO do Rafa!
    Foi um prazer postar aqui, como sempre!

    Bjão para todos:

    Rafa, Rosana, Marina e Paulinha (espero que tenha tido uma ótima viagem Paulinha!)

    Namastê!

    ResponderExcluir
  14. Que merda desse anônimo que aparece nesse post, saco!!!
    Isso é praga da Haline, só pode... hehe

    ResponderExcluir
  15. PRAGA DA HALINE???

    HAHAHAHAA

    Tá indo pro Quem dera tb, mainha, acredita?

    ResponderExcluir
  16. Por isso que eu penso que a gente tem que proibir anônimo. Vou falar com a Nina, única que não topa, né? Proíbe anônimo no Quem dera...
    beijoss filhote, vou trabalhar...rs

    ResponderExcluir
  17. Tirei aquele nome doido do post (no texto) e se não der certo eu vou excluir esse post, ok moçada?

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi