sexta-feira, 4 de março de 2011

ApagaDor

Tema: Se eu fosse um produto/serviço, seria...
Por Taffa


Eu queria ajudar aos outros e... a mim também.
Tirar aquele sentimento de perda, de estar sozinho e achar que o vazio deixado por alguma pessoa jamais seria ocupado por outra. Ou, talvez, apagar as memórias de alguém que te trouxe muitos momentos, bons e ruins, mas que você deseja esquecer. Sair daquele romance e não se lembrar de mais nada do que viveu com quem tanto te fez sofrer.

Eu seria uma amnésia proposital. Um tratamento, mesmo que experimental, que retirasse da memória os momentos vividos com qualquer pessoa escolhida. Similar ao filme Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, eu vasculharia suas memórias, intimidades e apagaria qualquer coisa que remetesse ao alvo, extinguindo-o das suas recordações.

Com certeza muitos me procurariam para fazer tal processo. Imagine o quanto seria mais prático não depender do tempo para esquecer dos outros; das lembranças; da dor. Teríamos mais facilidade para nos reerguer e recomeçar, sem perder semanas, meses ou até mesmo anos nos remoendo por algum sentimento que teima em ficar por ali.

18 comentários:

  1. Não queria precisar de você, mas acho que isso seria impossível.
    Então fique disponível pra mim logo, tá?
    rsrsr

    ResponderExcluir
  2. Agora não estou precisando, mas é bom tê-lo aqui por perto. Prevenir é melhor que remediar.
    aushauhsau

    ResponderExcluir
  3. gente.
    eu ia ter te usado a minha vida inteira, capaz.

    ResponderExcluir
  4. será que te usando eu não faria vocÊ sofrer e vocÊ teria que usar você mesmo depois?

    ResponderExcluir
  5. Imagino que não. Você me usaria para esquecer outro e isso não me faria sofrer.

    ResponderExcluir
  6. Agora, se você me usasse para me esquecer, sofreria sim.

    Mas aí eu me usaria para esquecer você e tudo ficaria certo.

    ResponderExcluir
  7. Depois de ontem, com todo mundo comendo a Rosana, hoje todo mundo quer usar o Taffa.

    ResponderExcluir
  8. Comeu a Rosana e não gostou?
    Chame o Taffa!


    hahahahaha



    (Gente! Não resisti!)

    ResponderExcluir
  9. Voltando ao post, a ideia é brilhante!

    ResponderExcluir
  10. Filho da mãe.

    Não você, Taffa, mas o Carlos Rafael!

    ResponderExcluir
  11. Sem querer passar uma borracha sobre a pretenção do Taffa, coisa mais lyyyndaaaaaa cuti cuti, uso as palavras de Itamar Assumpção:

    Um homem com uma dor
    É muito mais elegante
    Caminha assim de lado
    Como se chegando atrasado
    Andasse mais adiante...

    ResponderExcluir
  12. Desculpaêê oww Taffa, mas vou fazer minha propaganda:

    Está com dor? Não apague a dor de sua vida, ela faz parte de todo um processo de crescimento.
    Mas você tem como abrandar a dor de seu coração: COMA aquela eu de ontem e seja feliz.

    ResponderExcluir
  13. hauahaushsuhauahsuh
    Eu SE divirto.


    Taffa, seu lyyyndo!!!

    ResponderExcluir
  14. A pessoa vem no MEU POST e faz propaganda do POST DELA.

    Sem mais para o momento, Brasil.

    ResponderExcluir
  15. Olha, pareceu que eu falei com raiva, mas nem foi, viu

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi