terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Corte militar

Tema: Livre/Cicatrizes
Por Rafael Freitas


É só cortar o cabelo mais curto para alguém perguntar: Nossa, e essa cicatriz na sua cabeça?

E esperar pela cara de incredulidade, passando para o riso, quando conto que fui atropelado por uma bicicleta. Não foi engraçado na época! Tinha cinco anos e corria para a casa de um primo que morava na mesma rua quando ela desceu na sua Ceci rosa gritando: Não tem freio! Não tem freio! Colisão, claro. Com direito às correntes causando o corte um pouco acima da minha nuca, no canto esquerdo. _ Por sorte não bateu no meio fio! Seria morte na certa - diziam vizinhas, médicos e enfermeiras. Oito pontos. Juro que não foi um trauma. Mas não sei andar de bicicleta. Ainda. rs

E é só aparecer sem camiseta para alguém perguntar: Nossa, e essa cicatriz HORROROSA na sua barriga? [Ninguém acredita na real beleza do Dove! rs]

E esperar pela cara de incredulidade, passando para a aflição, quando conto da cirurgia de apendicite. Que a manchinha mais escura ali do lado é um ponto rejeitado dois anos depois, mas que isso o médico já havia prevenido, porque já tinha cansado de falar para o diretor do hospital que aquele fio não era bom para cicatrização.

Essas são as mais visíveis. Ainda tem uma marca na parte de trás da coxa esquerda de quando fui atropelado por uma Brasília; outra cicatriz um pouco menor, de quando outro primo derrubou uma lata grande e vazia na minha cabeça; e outra menorzinha, na boca, que dá pra disfarçar com a barba (lembrança de um reveillon fatídico em que me choquei contra a porta de vidro de uma casa super chique enquanto meus amigos tomavam êxtase). Tem outras que nem eu mesmo vejo, um bocado mais escondidas, e que vez ou outra ainda doem...

Mas nem ligo! A prova é meu cabelo cortado na semana passada, com máquina zero na nuca. Sou da teoria de que cicatrizes contam a história de seu dono!

Ou melhor: o dono conta a história das suas cicatrizes. rs


23 comentários:

  1. haushausa judiação... Fiquei com peninha da cicatrize da bicicleta

    ResponderExcluir
  2. Adorei Rafa!! Principalmente as últimas frases. Muito bom .

    beijinho a todos os guaranetes

    Ainda me frustra muito não poder assinar direto e ter que passar por uma mísera anônima que assina seu comentário. Aiai. Só eu mesmo...

    Helô

    ResponderExcluir
  3. Arrá!!! achei como assinar!!

    ResponderExcluir
  4. Raffa de deus. vc é o Freddy Krueger dos guaranetes, afinal é todo retalhado....

    ResponderExcluir
  5. Ai, que fui fazer comentários do meu pareim e o trem não me obedece. Escreve cicatrize... hehehe

    ResponderExcluir
  6. O outro comentário não processo, mas vamos lá, lembro vagamente.

    Fiquei esperando você falar da cicatriz do coraçãozinho... hehehe
    (não resisto)

    ResponderExcluir
  7. Helô foi engraçada com o nick... hehehe

    ResponderExcluir
  8. Mainha, eu tenho que dizer: passei o tempo todo me segurando pra não fazer um draminha tipo coraçãozinho machucadinho!

    hahahaha

    ResponderExcluir
  9. Gente, isso porque eu era um garotinho comportado, que gostava de ficar em casa, lendo, desenhando.

    Se fosse rueiro então!

    ResponderExcluir
  10. Agora...


    FREDDY KRUEGER DOS GUARANETES o Limão pegou pesado!

    huashuahsuhas

    ResponderExcluir
  11. Gente, o freddy não é retalhado, ele é queimado... hauhauha

    ResponderExcluir
  12. No caso, é ele quem retalha. Mas aí é outra história. huauhah

    ResponderExcluir
  13. eu estava lendo tranquilamente até chegar em "me choquei contra a porta de vidro de uma casa super chique "
    hahahaha

    [inclusive interrompi a leitura. voltarei]

    ResponderExcluir
  14. haahah realmente falou a cicatriz do coraçãozinho

    ResponderExcluir
  15. e da bike deve ter sido nada ok.

    o "motorista" da bicicleta não machucou não?

    ResponderExcluir
  16. não consigo falar "incredulidade".
    fico querendo colocar um "bi" no meio

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi