quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Mudança compulsória

Tema: uma foto um conto
Por: Rosana Tibúrcio
Houve um tempo em que ela girava aquela chave e fechava o cadeado só quando saia de casa ou ia pra cama dormir.
Hoje ela gira a chave pra receber gentes, sair... e, quando chega, gira a chave e fecha o cadeado.
No mais...

Uma linda quinta-feira pra todos vocês, pois nas quintas há algo diferente no ar e hoje há uma esperança de que as coisas voltem ao que era antes: num leve gosto de liberdade e tudo muito mais nítido.

11 comentários:


  1. O Segundo Sol

    Composição: Nando Reis

    Quando o segundo sol chegar
    Para realinhar as órbitas
    Dos planetas
    Derrubando
    Com assombro exemplar
    O que os astrônomos diriam
    Se tratar de um outro cometa...(2x)

    Não digo que não me surpreendi
    Antes que eu visse, você disse
    E eu não pude acreditar
    Mas você pode ter certeza
    De que seu telefone irá tocar
    Em sua nova casa
    Que abriga agora a trilha
    Incluída nessa minha conversão...

    Eu só queria te contar
    Que eu fui lá fora
    E vi dois sóis num dia
    E a vida que ardia
    Sem explicação...

    Quando o segundo sol chegar
    Para realinhar as órbitas
    Dos planetas
    Derrubando
    Com assombro exemplar
    O que os astrônomos diriam
    Se tratar de um outro cometa...

    Não digo que não me surpreendi
    Antes que eu visse, você disse
    E eu não pude acreditar
    Mas você pode ter certeza
    De que seu telefone irá tocar
    Em sua nova casa
    Que abriga agora a trilha
    Incluída nessa minha conversão...

    Eu só queria te contar
    Que eu fui lá fora
    E vi dois sóis num dia
    E a vida que ardia
    Sem explicação...

    Seu telefone irá tocar
    Em sua nova casa
    Que abriga agora a trilha
    Incluída nessa minha conversão...

    Eu só queria te contar
    Que eu fui lá fora
    E vi dois sóis num dia
    E a vida que ardia
    Sem explicação...
    Explicação
    Não tem explicação
    Explicação, não
    Não tem explicação
    Explicação, não tem
    Não tem explicação
    Explicação, não tem
    Explicação, não tem
    Não tem!!

    ResponderExcluir
  2. AdoUUro quando meu post bomba. Obrigada pelas visitas. Retribuirei...

    ResponderExcluir
  3. Tem coisa que traumatiza a gente, né?!

    ResponderExcluir
  4. Tipo, e essa foto?
    Foi a sra mesmo que tirou, mainha?

    ResponderExcluir
  5. O povo é que se trancou em casa e não quis vir tomar um Guaraná com canudinho com a sra nessa semana, mainha.

    hahahaha

    ResponderExcluir
  6. É lamentável termos que nos trancar pra nos proteger. Por aqui isso ainda não é necessário. Inda bem, né!

    ResponderExcluir
  7. Estou divulgando meu novo blog
    www.gastronomiaefotografia.blogspot.com
    Se puder da uma passada lá!

    Atenciosamente
    Tati

    ResponderExcluir
  8. Sim, filhote, fui eu quem tirou essa foto, mas faz tempooo, antes de levarem minha paz... rs

    ResponderExcluir
  9. Educação do povo que vem no blog é zero, né? A pessoa chega, e pronto: propaganda e basta. nem pra dizer: cambada, que blog imbecil.
    Vou deixar a propaganda da moça, squem sabe alguém se interessa?

    ResponderExcluir
  10. Deixar dez comentários aqui - porque gosto de múltiplo de cinco (ignorando a propaganda) e vou dizer que adorei a presença de todos os guaranetes e tal...
    Eu Se divirto!!!
    haushaushaus

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi