quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Mais simples que parece

Tema: viajando nesse cheirinho bom
Por: Nina Reis




Quando pensei nesse tema, havia acabado de fazer um mexido. No momento em que estava comendo, o cheirinho fez com que me lembrasse da minha adolescência e de como eu amava fazer mexido acompanhado de suco de limão, que modéstia parte era maravilhoso. Era tudo tão saboroso, tão único. Naquele momento, viajei, e pude recordar muita coisa boa que vivi durante todo aquele período.
Com tudo isso, logo imaginei que só falaria do tal mexido, mas não não não. 
Estive em Patos final da semana passada. E para comemorar o aniversário da minha mãe (Rosaninha), encomendei galinhada (tradição na família, quando todos se reúnem para comemorar alguma data especial). Até então, já estava sendo super nostálgico só imaginar que chegaria a Patos e comeria a melhor galinhada do mundo, mesmo porque já havia um bom tempo que as tais comemorações não eram acompanhadas pela galinhada.
Provavelmente ninguém viu essa cena e nem era necessário presenciar, mas logo quando estava me servindo, parei, analisei a bancada e quase que drogada, sentindo o cheiro da comida, consegui em menos de um minuto, reviver, ou melhor, recordar toda a minha infância. Agora o mais sinistro é que num momento bem particular, consegui sentir a presença da minha avó Lourdes, que por um grande período fez parte das melhores comemorações da minha vida e claro, sempre sendo servida e acarinhada da nossa tão famosa galinhada.

16 comentários:

  1. Galinhada é o poder, galinhada é amor, minha familia tem a mesma tradição

    ResponderExcluir
  2. Que lindo! Volto depois, juro. Parei só pra dar um refresco na senzala.
    Hoje é quinta... olha...

    ResponderExcluir
  3. Adoro recordar cheiros bons de comida.
    Vovó Lourdes deve tá feliz com a lembrança.

    ResponderExcluir
  4. Cheiros tem esse "poder", né. Trazer alguém pra perto ou levar a gente pra longe...

    ResponderExcluir
  5. E só pra constar: não me convidaram pra essa festa.
    =[

    ResponderExcluir
  6. ps.: QUEM ENCOMENDOU A GALINHADA MESMO?

    ResponderExcluir
  7. e rafa, não chamei nem você, nem jéssica, nem paulinha, nem ninguém que desiludiria meu coração não vindo.

    ResponderExcluir
  8. minha mãe já te contou, rafa? que quando levamos ela pro quintal ela achou que você é que estaria lá?

    ResponderExcluir
  9. e, nina, saudades dos cheiros das panquecas e bolos coloridos

    ResponderExcluir
  10. hahahauahauahshs
    Para tudo. Preciso rir dos comentários.

    Depois eu volto!!

    ResponderExcluir
  11. rindo muito ..
    .
    ..

    quem encomendou a galinhada? quem? quem? .. vc né? ..
    .
    ..
    vc está com saudade das panquecas, do bolo? .. hahaha

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi