segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Certeza


Tema: Achismo
Por Laura Reis

Eu acho muita coisa. Mas o meu bônus é que: assumo. Não tenho certeza, só acho – digo em quase todas as conversas ou discussões. Gosto de deixar claro essa minha faixa de meio termo de falta de opinião, quase. Penso que quem muito afirma, pouco faz e nunca gostei de quem fosse cem por cento qualquer coisa.
Esse assunto já foi reafirmado por mim, aqui no Guaraná, por algumas vezes, eu sei. Mas volto a dizer, porque acredito que não ser nem sim nem não também pode ser uma conclusão.
O único problema é a aplicação do tal do verbo “achar”. Costumo dizer que aquilo que considero sensato quando vindo de minha mãe, torna-se para mim uma verdade (absoluta). Então aqueles “erros” ou “incômodos” que ela categoriza assim, acabam sendo também um erro/incômodo. De forma que ouço dela, sempre, que assim como “queria” não deve ser usado, “acho” também deveria sumir do mapa, porque não traz...credibilidade. E, concordo bastante com isso. Mas tenho as minhas limitações e, sinceramente, essa talvez esteja no top cinco das piores limitações.
Acho que quando falo usando esse verbo, estou deixando claro aquilo que disse no primeiro parágrafo que, de certa maneira, acaba sendo mais forte pra mim do que o erro/incômodo com o verbo.
No mais, não consegui fazer um post decente, como não tenho feito ou parado pra tentar fazer, há muito tempo. Mas acho que mereço um descontinho. Afinal, sou linda. (Disso tenho certeza)

10 comentários:

  1. Tenho certeza de que sempre escreve textos assim, incríveis. E de que é linda? Bom... indiscutível.

    ResponderExcluir
  2. E não é que eu sempre lembro da mainha quando vou usar "eu acho" em um post?
    É quase uma praga!!!

    ResponderExcluir
  3. E até eu que acho muita coisa tenho certeza de que você é linda!

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi