quinta-feira, 28 de junho de 2012

Paixão, frieza e homens: não temos...


Tema: séries
Por: Rosana Tibúrcio


Sou nova em séries e se for calcular, proporcionalmente, minha idade e tempo que vejo a melhor invenção desse mundo de meu Deus, sou um bebê.

Na verdade, como quase tudo na minha vida, eu relutei em correr pro abraço. A lenga-lenga começou quando meu irmão César me deu a primeira temporada de Gilmore Girls. Abro um grande parêntese pra dizer: nunca façam isso, se for pra dar, deem direito, a série toda. Fecho parêntese. (não, não sou ingrata, é que não posso perder a piada hihihi). Mas enfim. A temporada grudou em Laurinha e por ela foi adotada. Compramos depois todas as outras. Laura assistiu, dizia pra eu assistir e nada. No que comecei... não quis mais parar. E devorei. Amei.

Depois comecei a assistir com Laurinha, Dexter, aquele lindo, mais lindo do mundo e que trabalha com a cabeça, arquitetando. Amo a série. Detesto esperar nova temporada.

Peguei Lie to me pra ver. O tema me interessou muito: fala de um cara que consegue perceber - pela linguagem do corpo e face das pessoas, quando mentem ou não. Não gostei, mas vi tudo. Achei o ator principal ruim e o enredo médio.

Ah, preciso dizer que não sei comentar séries, novelas, filmes. Nada. Mas é o que temos pra hoje.

Aí eu comecei a assistir Grey’s Anatomy e peguei móamô. O curioso é que, diferentemente da vida real, pois nunca senti atração por negros nem loiros, eu amei um negão e um loirão. Atração, minhas gentes, homem pra pegar. Pegar. Não rola pensar em preconceito, valeu? Mas ó... o que é aquele Dr. Preston Burke? Daria pra ele, sem piscar os olhos. E foi o que aquela fdp da japonesa Cristina Yang fez. Pegou geral. E o que é aquela japonesa interpretando, minhas gentes? Olha, na minha opinião ela, e a personagem dela, é quem deveria ser a principal e não aquela branquela sem sal da Meredith Grey. O que mais me chocou? É que a Cristina-japa-fdp-de-boa-atriz vai e pega o segundo homem mais tudo da série. Ele, quase loiro do jeito que não gosto e lindo: o Dr. Owen Hunt. Bom, tirando a sacanagem de lado, Grey’s é tudo de bom e muito a cara do que gosto de assistir: luta pela vida, desencontros amorosos, traumas do passado, bom humor e por aí. Uma pena é que mataram vários personagens que eu amava e sumiram com o meu negão Burke. Meu sofrimento maior? Esperar setembro pra última temporada.

Tentei assistir Friend’s, não consegui. Ainda. Tenho quase certeza que tem a ver com cenário muito cheio de coisa.

Minha nova paixão – pela qual peguei amô, também, é Desperate Housewives.  Estou amando e minha paixão é o Mike Delfino, o amor de Susan. Olha, de desesperadas essas donas de casa não têm é nada: dão mais que chuchu na serra. Exceto, pelo menos até agora onde estou – na 6ª temporada – a Lynette Scavo, que tem o homem mais frouxo dos maridos. Torcendo pra ela pegar um homem com agá. Das quatro donas de casa principais, eu fico de cara com a frieza de Bree e, olha, deveríamos aprender com ela. Em algumas situações de nossa vida o ideal é se fazer de poste. A cena em que ela ficou sabendo que o primeiro marido havia falecido é antológica no quesito frieza-equilíbrio. Meu sonho era ser tiquim parecida.
Mas das donas de casa, a minha preferida é a Susan: porque pega o Delfino, é estabanada e acredita nos outros: precisa de proteção.

Dessa larga experiência em séries hihihihi tenho apenas uma sugestão: se você for ansioso como eu sou, espere a série acabar e assista tudo de vez. Francamente, não tenho saúde para esperar a nova temporada de Dexter e de Grey’s.
Meus próximos objetivos “seriativos”: dar chance a Friend’s e assistir House.
Boas séries a todos vocês. Beijos da que queria ser a Cristina japa, só pra pegar aqueles dois homens. Homens. Porque homens, não temos.
Quedizê...


Uma linda quinta-feira pra todos vocês, minhas gentes, pois nas quintas há algo diferente no ar e hoje há sonho de ter tempo e dinheiro suficientes para viver e assistir todas as séries boas desse mundo de meu Deus. Quem tem??

10 comentários:

  1. Aviso: depois faço uma revisão. Tô correndinho...

    Ou alguém entra no guaraná e retifica coisinhas pra mim?
    Grata.
    beijossssss

    ResponderExcluir
  2. MAE VC CONTOU TUDO DAS SERIES.

    (não que eu me importe.. ahiusdhuihsduiasdh)

    ResponderExcluir
  3. mas que gracinha. morro de orgulho.

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh, tem esse negócio de não poder contar as coisas, né? Tô nem aí... hahaha
    AdoUUUro saber tudo antes de ver.

    ResponderExcluir
  5. Kevin McKidd! Esse é o nome do gotosão loirão que a japa tacumênu. Ops! foi mal.
    Rosanita você tem que assistir ROMA!! Ele trabalha muito bem!!!
    E tenta assistir à série Being Erika! AdoUUro!

    ResponderExcluir
  6. Não assisti nenhuma dessas, gente. O que comentar?

    ResponderExcluir
  7. Fiquei com vontade de assistir Dexter depois que a sra começou a falar dele, acredita???

    ResponderExcluir
  8. Também senti vontade de assistir Dexter ..
    e assim .. adorei Rosaninha contando tudo ..
    hahha

    ResponderExcluir
  9. Eu também fiquei com vontade de assistir Dexter. House é ótimo! Adoroooooooo!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi