quarta-feira, 27 de abril de 2011

Pra completar

Tema: Um filho, uma árvore ou um livro.




Desde pequeno, sonhava em realizar o que as letras do quadro da biblioteca gritavam em branco e preto: quem tem um filho, planta uma árvore e escreve um livro tem uma vida completa.
Lia com gosto essas premissas para seus filhos, todos os dias. Depois de ler, se voltava para a janela que dava pro quintal e admirava as árvores, ainda pequenas que havia plantado assim que eles nasceram. Assim, uma árvore para cada filho. Era um presente e, ao mesmo tempo, uma ordem em forma de galhos e folhas, para que também prosseguissem com o sábio pensamento.
O livro deixara pra depois que os pequenos ficassem grandes e a aposentadoria viesse, lhe dando, assim, o sossego e silêncio necessários para se concentrar em sua última missão, como se referia ao cumprimento da premissa no quadro.
A aposentadoria demorou a chegar e os pequenos já não eram nada parecidos com pequenos. Na manhã seguinte ao seu último dia de trabalho, acordou empolgado, pois chegara a hora de completar sua vida, como sugeria aquele preto no branco.
Passou aproximadamente quinze dias na biblioteca, sem visitas, interrupções. Depois do último ponto final, pegou os papéis e sentou-se debaixo da última árvore que plantara no quintal para reler escritos: o momento mais esperado das últimas quatro décadas.
Após a última linha, sentiu uma pontada no peito. Despertou-se, então, e foi completar a vida com outros verbos.  

45 comentários:

  1. sabe quando ce fica quinze dias escrevendo e não gosta mas nem?
    então

    ResponderExcluir
  2. Qual o tema do livro?

    Porque, né?!, não quero escrever um desses um dia... (rs)

    ResponderExcluir
  3. que horror, vou ali tomar um café, fazer, primeiro... depois eu volto. Estou irritada!!!

    ResponderExcluir
  4. Deixa eu pensar em voz alta porque estou numa semana agitada: ele já escreveu o livro, por isso falta só o filho e a árvore do tema. Certo?

    ResponderExcluir
  5. Sério que a subjetividade do texto me ganhou (ou eu imaginei coisas onde não tem)

    ResponderExcluir
  6. por que não quer escrever um, Rafa?
    é ótimo.
    você lê e vê que ainda tem muito o que fazer da vida.

    ResponderExcluir
  7. que horror de que, mãe? tá irritada comig? me perdoa.

    ResponderExcluir
  8. certo não, taffa.
    ele já tinha plantado uma árvore pra cada filho que nasceu. o livro era a última coisa.

    ResponderExcluir
  9. SABIA QUE NÃO IA DAR CERTO ESSE NEGÓCIO.

    mas vou fingir que sou muito intelectual e vocês são leigos.

    ResponderExcluir
  10. O que não deu certo foi a minha tentativa de fazer uma piadinha: eu não queria escrever um livro com o mesmo tema do livro que o cara aí do post escreveu, pra não morrer depois tb...


    #péssima

    ResponderExcluir
  11. meu deus, hoje estou retardado.
    agora reli o post e entendi tudo.

    ResponderExcluir
  12. Maigudi, eu achei horror a morte do sujeito. Eu estou irritada com trabalho/cliente/ jamais com a minha pititinha

    ResponderExcluir
  13. Eu ri do Taffa não entendendo o babadinho. Pensei: ele inda não acordou, por que né? Ele é teligente...

    ResponderExcluir
  14. Filhote, sua piadinha foi uma piada hahauahaaha






    Tá, a minha não foi.

    ResponderExcluir
  15. Chorem comigo: estou aqui, desde as da matina - tá parei pra ir no ponto de ônibus e fazer/tomar café. Enfim, estou aqui retificando trabalho. Só consegui até agora organizar sete referências. Sacam a bagunça que tenho em mãos?

    TODOS CHORA!

    ResponderExcluir
  16. Eis o porquê de minha irritação. E ó, Laurete, seu post 'requer' uma imagem, tá???

    ResponderExcluir
  17. mas ele não morreu, rafa.
    ele COMEÇOU A VIVER.

    ResponderExcluir
  18. reza a sabedoria popular e publicitária que se não entendeu não é bom.
    se tem que explicar é pior.
    e se tem que detalhar a explicação é pior ainda


    VOU APAGAR PERAI

    ResponderExcluir
  19. Moral do post: nem toda pontada no peito mata, minha gente!

    ResponderExcluir
  20. Ahhhhhhh, plantar, fazer filho, escrever livro - REALIZADO.


    AMAR, cantar, ouvir, resmungar, discutir... hummmmmmmmmmmmmmmm

    comprexu demais...

    ResponderExcluir
  21. Cadê a Zélia Duncan pra conjugar outros verbos.

    ResponderExcluir
  22. Ai ai ai .. Laura, Laura.. estou aqui pois lendo seu post. Já estou me desesperando. Meu filho nasce em outubro e eu não tenho quintal pra plantar uma árvore muito menos talento ou idéias para escrever um livro... alguma solução para isso?
    Por fim.. adorei.
    Beijoca

    ResponderExcluir
  23. haauahuahuaha, todo mundo tá meio DÃN hoje

    ResponderExcluir
  24. Olha, vou desabafar: depois que você relê, até que fica poético.

    ResponderExcluir
  25. JÁ SEI PORQUE NINGUÉM ENTENDEU.

    Na quarta-feira é o dia da Nina. Normalmente são posts de rimas e coisas descontraídas, diferente do estilo da Laura que é oposto do que eu falei sobre a Nina.

    EU SOU UM GÊNIO.

    ResponderExcluir
  26. vejamos, jamile..
    você pode plantar uma árvore no quintal do lado ou na praça. ou ainda, no quintal da casa grande que você ainda vai ter.
    e sobre o livro, você pode usar das suas lindas habilidades de arquiteta criativa e fazer um lindíssimo livro a respeito disso, até mesmo no seu dia-a-dia.
    viu?
    pra tudo dá-se um jeito.

    haha

    ResponderExcluir
  27. é uma boa justificativa, taffa.
    obrigada. rs

    ResponderExcluir
  28. Gente! Li e reli e não entendi! (OK as rimas de quarta são da Marinete).

    ResponderExcluir
  29. E depois de ler os coment. "desentendi" mais ainda.
    Acho que sou burra. OH DEUS!!!!!

    ResponderExcluir
  30. reza a sabedoria orwelliana que "o fato de ser uma minoria, mesmo que uma minoria de um, não significava que eu fosse louco."

    leve isso pra vida e sinta-se confortada

    ResponderExcluir
  31. brrrrrincadeira, tá?
    eu entendi que ele não morreu, juro.

    (depois de reler, claro uiaehoieauhea)

    ResponderExcluir
  32. TO CHOCADA COM VCS NAO ENTENDENDO GENTE.
    não tá tão dificil assim, não é possivel.

    ResponderExcluir
  33. Para para tudo (baixou Luciana Gimenez)
    .
    .
    que lerdeza é essa desse povo ..
    será que depois dos meus dias de descanso em Patos, fiquei inteligente ? só pode.
    .
    .
    lindo Laura
    .
    ..
    .
    .
    peraí, .. ele não morreu? é isso mesmo?????
    ahushasuhauhauha
    .
    brincadeirinha

    ResponderExcluir
  34. Adoro quando um post bomba nos comentários!

    ResponderExcluir
  35. E eu juro que eu tb tinha pensado nessa teoria do Taffa, de que nas quartas a gente está preparado pros posts na Nina e tals.

    ResponderExcluir
  36. Marina, cê sabe que eu não gosto de fofoca, de intriga, mas algo me diz que.. sei não, viu? Abre o olho...
    hahauahasu


    Vou fazer um café e já posto, beijos amores.

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi