sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Ser ou não ser cabeludo?

Tema: Os dois lados de uma moeda
Por Taffa


Gosto do meu cabelo quando está maior. Não tão grande a ponto de ser considerado um xanéu, mas um pouco acima do corte que a sociedade adota como o correto para o sexo masculino.

Acho agradável vê-lo desgrenhado, me traz uma sensação de contradizer tudo aquilo que pratico no dia-a-dia. Digo isso porque sou quietão e, na maioria das vezes, discreto o bastante para entrar e sair de um lugar sem chamar a atenção. Um cabelo bagunçado transmite uma imagem completamente diferente. Algo meio hippie e jovem, baladeiro e irresponsável, talvez algo mais, sei lá, só que, algo que com certeza não sou.

Cabelo eu posso dizer que tenho muito. Sim, isso é algo que não me falta. Na verdade, são tantos fios que imagino que o meu corpo não conseguiu produzir tinta suficiente para tingir todos eles e essa é a razão de eu ser um grisalho prematuro. Tenho cabelos brancos desde a pré-adolescência - um fato que sempre chamou a atenção dos que não me conhecem há muito tempo.

Enfim, nesta semana não consegui suportar mais a juba. Eu estava parecendo o doido da coberta e isso começou a assustar as pessoas do meu convívio. Então resolvi cortar o cabelo. Hoje estou aqui, finalmente sentindo o ventinho gelado do ar-condicionado na nuca e, de volta ao padrão de cabelo curtinho que faz com que as pessoas reparem e digam: Nossa, você cortou o cabelo. Ficou tão lindo. Falta agora só fazer a barba.

Epa, aí já é querer demais.

21 comentários:

  1. Admito que, desde segunda-feira, pensava no que iria escrever. Não consegui pensar em nada, a labirintite textual tomou conta por aqui.

    Mas ontem, quando cortei o cabelo, a inspiração chegou. Acho que a cabeleira estava tão densa que chegou a atrapalhar até mesmo as minhas ideias.

    ResponderExcluir
  2. Desabafo no Guaraná: eu faço.

    ResponderExcluir
  3. Olha só, enquanto os cabelos brancos forem só os da cabeça, tudo bem, mas nora que descê tadim docê. SOFRO. Sofrerá!!

    ResponderExcluir
  4. faz a barba vai?
    Um menino de cabeça branca, é o que virará!!

    ResponderExcluir
  5. Só agora vou acabar de arrumar a cozinha!!

    ResponderExcluir
  6. Gente! Por que todo mundo insiste em mandar a gente fazer a barba quando a gente corta o cabelo?

    (É que cortei o meu hoje. E foi a primeira coisa que meu pai perguntou: Vai fazer a barba?)

    ResponderExcluir
  7. E eu não imagino alguém não te notar entrando e saindo, Brant!

    Vc é do tamanho da porta, lembra???

    ResponderExcluir
  8. eu não imagino alguém não te notar entrando e saindo

    ui.

    ResponderExcluir
  9. hauahauahauhaushsuahuahauhuasuahuahas

    entrando e saindo!!!

    CHOQUEI!!!!

    ResponderExcluir
  10. JURO QUE PENSEI NISSO QUANDO LI
    E eu não imagino alguém não te notar entrando e saindo, Brant!

    Vc é do tamanho da porta, lembra??

    .
    doido da coberta me lembra o Rafa quando foi com a Jéssica para Patos.
    .
    Hoje estou aqui, finalmente sentindo o ventinho gelado do ar-condicionado na nuca hummmm boiola kkkkkkkkkk (essa frase é típica do programa Pânico, pra quem não sabe) hahahah

    ResponderExcluir
  11. quando cortamos o cabelo, ops, quando vocês homens cortam o cabelo logo pensamos na barba feitinha ... é que dá uma sensação imensa de limpeza.
    .
    faz a barba viu??? sujinho.
    aushuashau
    .

    ResponderExcluir
  12. não é possível você não chamar atenção: você é grande, tem cara de bebê e um MECHA BRANCA, meu filho.

    ResponderExcluir
  13. segundo o gabriel onório [?] eu tenho um cabelo woodstockiano e vcs?

    ResponderExcluir
  14. Adorei a Nina lembrando da gente na rodoviária e eu enrolado na coberta!

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi