sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Brega é você que não teve infância

Tema: Breguice
Por: 
Taffa

Quando criança, sonhava em tornar-me um mágico de sucesso.
Eu gostava das cartolas, capas com detalhes roxos e, é claro, dos truques com coelhos.
Assistia aos vídeos do David Copperfield e quase morria asfixiado toda vez que ele se enfiava numa caixa de vidro cheia d’água (pois eu prendia a respiração junto) e, mesmo assim, o adorava porque ele sempre escapava no fim.

Morria de vontade de fazer o número da serra: partir-me ao meio e mandar minhas pernas caminharem até o outro lado do palco, mas minha mãe nunca deixava. Hoje eu a agradeço muito por ter me proibido e gosto de deixar explícito o meu sentimento de gratidão: valeu mãe!

Também queria fazer aquelas mágicas com cartas, imitando todos os ilusionistas que já vi no Domingo Legal, mas meu pai nunca permitia. Ele jogava os baralhos fora ou os escondia nas estantes altas e eu, ainda um nanico, não tinha chance de alcançá-los. Hoje eu também o agradeço muito por ter feito isso porque, convenhamos, eu não ganharia nada além de alguns trocados brincando de “Adivinhe a carta” com amigos nos momentos de descontração. Ou seja: valeu pai!

Daí eu quis fazer números com animais, tipo o Houdini quando sumia numa jaula de tigres ou enfiava-se numa caixa segundos antes de um elefante a esmagar. Passei a frequentar o Mocambo (espécie de zoológico de Patos de Minas) e brincar com os animais selvagens que ficavam dentro das jaulas. Certa vez, minha avó, que sempre me acompanhava, quase deu um treco ao perceber que eu estava pegando na mão de um macaquinho e balançando-a num engraçado cumprimento e isso fez com que ela me levasse embora de lá o mais rápido possível, proibindo-me de voltar ao parque novamente sozinho ou sem a supervisão de meus pais. Só agora eu entendo que ela queria apenas proteger o neto de tornar-se um Richard Rasmussen do Domingo Espetacular e sair por aí enroscando-se com cobras (?) em reportagens exibidas na tevê aberta. Por isso: valeu vó!

Hoje, já crescidinho e com tantas mágoas infantis superadas, posso sorrir e falar abertamente sobre todas as situações extravagantes que minhas vontades de criança inquieta me levaram a ter. Ser mágico é uma vontade que sempre tive e ainda guardo aqui dentro, embora saiba que muita gente me tacharia de cafona se eu abrisse mão de tudo para ir trabalhar num circo.

Então, recobro a consciência e volto à vida real, mas sem parar de imaginar em como seria a vida se todas as minhas vontades de criança não tivessem sido jogadas de lado e transformadas hoje em simples devaneios. Fecho os olhos e imagino: sorrindo comigo mesmo. Pensando nas possibilidades e utópicas realidades, pois, desde quando sonhar tornou-se algo brega?

22 comentários:

  1. Tá certo, tá certo. Sonhar não é brega. E nunca vai ser!

    ResponderExcluir
  2. E não é este o caso. Eu já quis fugir com um circo, sabe. Mas como não tenho dons pra mágica nem pra malabares, e morro de medo de altura, só me restaria ser palhaço!

    ResponderExcluir
  3. Como assim, sonhar é brega? Quem disse essa asneira?

    TEndi não, Taffaaaa - ispricapreu

    ResponderExcluir
  4. Como assim, meu comentário quadriplicou??? hihihihi
    T

    Taffa: opalhaçomágico do circo.

    Opps, ele falou nada de palhaço... mas né?

    ResponderExcluir
  5. Como assim, meu comentário quadriplicou??? hihihihi
    T

    Taffa: opalhaçomágico do circo.

    Opps, ele falou nada de palhaço... mas né?

    ResponderExcluir
  6. vc se asfixiando junto com o David ... kkkkkkkkkkkkk
    imaginei você roxo.
    .
    eu sempre sonhei em fazer mágicas.
    .
    Você quem fez todos os animais do Mocambo desaparecerem?????
    ahushausahua

    ResponderExcluir
  7. HUahuauhhua, de volta à minha casinha, guaranetes!

    Descobriram que fui eu quem sumiu com os animais do mocambo :O

    ResponderExcluir
  8. mentira, vou comentar aqui antes de parar de mexer em coisas não trabalhísticas.

    ResponderExcluir
  9. ah taffa... não é que sonhar seja brega... é só... sonho.
    tadinho gente..

    ResponderExcluir
  10. menino grande desse jeito, com essa panca de bem resolvido...
    tadinho... ainda tem os sonhos de criança

    ResponderExcluir
  11. mas taffa...
    relaxa.

    seu sonho é mais interessante que o meu.
    eu queria ser secretária [?]

    ResponderExcluir
  12. e sobre enroscar em cobras.... NÃO FINGE QUE NÃO IA CURTIR

    ResponderExcluir
  13. resumindo o post: valeu família brant!

    ResponderExcluir
  14. peraí.. eu ri do zoologico de patos ahdsiuhdsiuhsduihds

    ResponderExcluir
  15. ah.. e só não pode fazer aquele sexo mágico: faz e depois desaparece.


    dhuihiudsahuidshuidh

    ResponderExcluir
  16. pronto, me redimi, né?

    desculpa não ter vindo antes.
    não foi falta de tempo.
    foi falta de vergonha na cara mesmo

    ResponderExcluir
  17. e rafa, eu acho muito que vocÊ lembra palhaço.
    isso inclusive está mal começado no seu novo perfil.

    enfim, é só o lado bom, ok?

    ResponderExcluir
  18. Morro de rir dos comentários da Laura!

    ResponderExcluir
  19. Tipo, eu gosto mesmo de palhaço, maninha.
    Vou curtir muito o perfil!

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi