sexta-feira, 31 de julho de 2009

Um fato inusitado.


Olá guaranetes, convidetes, amiguetes [e tietes da Ivete].

Hoje vou relatar uma situação que presenciei num 'findisemana', quando resolvi dar uma caroninha para minha querida amiga massoterapeuta das celebridades - vulgo Nina - até a casa de sua vozinha.

Bem, após ter 'passado a noite' na casa de Rosaninha curtindo a presença de meus ilustríssimos amigos que moram um pouquinho longe de mim [Flavíssima e Ráfa], decidi ir para casa. Motivo: já estava mais que precisando de um bom banho e senti que, se eu não fosse embora logo, ia sobrar louça pra eu lavar [mentira essa última, rá!].
Pois é. Acontece que, quando eu estava me despedindo de todo mundo, a Nina resolveu que pegaria uma caroninha comigo, já que meu caminho de volta era no mesmo sentido do que ela precisava ir. Trânsito vai... Trânsito vem... Eu e Nina papeamos sobre várias coisas e eu decidi acompanhá-la até a casa de sua avó, pois fiquei sabendo que ela morava no mesmo bairro onde morei durante onze anos da minha vida, justamente onde cresci e aprendi muito.

Ao chegarmos no local, fomos muito bem recepcionados e iniciamos um gostoso papo com a boa senhora - eu, particularmente, adoro conversar com pessoas mais velhas, pois fico observando as marcas de expressão que as mesmas possuem, além de ficar maravilhado com a infinidade de casos que sempre estão dispostas a contar. Mas bem, voltando ao relato, estávamos lá papeando e curtindo a visita quando a senhora decidiu ir buscar para a Nina uma toalha que ela havia adornado. E foi com um sorriso gigante estampado no rosto que ela entregou o presente. A partir daí, Nina foi só sorrisos.

E em meio a uma infinidade de gostosas gargalhadas e casos interessantes, a minha atenção foi fisgada por um retrato que vi repousado sobre a parede da sala: uma menina sorria através de uma 'janelinha' dos dentes superiores e, mais do que depressa, percebi de quem se tratava. E não é que a Laurinha já foi mais 'Laurinhazinha' ainda do que eu já conhecia? Uma bonequinha de cabelos escovados olhava para mim e sequer me deixava piscar. Logo imaginei: 'Preciso retratar o momento, essa foto antiga étendência'!
Rapidamente saquei meu celulite do bolso e Click! Eternizei a imagem da pequenina mais uma vez.

A visita durou o bastante para ser lembrada com muito carinho. Nunca mais vou me esquecer da simpática senhora que me presenteou com um gostoso papo e sorrisos meigos e sinceros. E a cada dia que passa, ganho mais convicção no fato de que a nossa vida sempre é formada por memoráveis e 'famigerados' instantes imprecisos. Resta para nós a [incrível] tarefa de poder vivê-los.
Taffa

28 comentários:

  1. Como assim quase final da tarde e ninguém apareceu por aqui?

    ResponderExcluir
  2. Mas que a avozinha é uma gracinha, ela é mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Niiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiina, kd vc pra eu te dar carona de novo?

    A gente conversou sobre tanta coisa engraçada no carro.

    Falonadaaa!!

    ResponderExcluir
  4. Sexta-feira... o povo deve estar cansado mesmo...
    ou deve estar dormindo, pra ficar zero km à noite e ir para a balada...

    ResponderExcluir
  5. Bem... Vou-me já.
    Grande abraço para todo mundo, pois considero demais cada um de vocês.

    baybay.

    ResponderExcluir
  6. dashiudahiuadshiudashsaduihadsiuhadsiuhdas

    ResponderExcluir
  7. detalhe: eu usava batom vermelho [?]

    ResponderExcluir
  8. gente.. que post fofo.
    vovó é mara.
    [ou nao hauihdsaiudshaiudshiudsah]

    ResponderExcluir
  9. mas tipo.. o post apareceu só agorinha, não?
    [por isso a demora de aparecer aqui]

    ResponderExcluir
  10. achei tudodebom.com o post tb, todo nostálgico e detalhado, sem contar que a Laura tinha estilo, minha gente... rs

    ResponderExcluir
  11. Taffarel amei o escrito,desta vez eu entendi tudinho sem precisar recolher o pai "Aurelio".Ulfa até pensei que não conseguiria nunca decifrar seus escritos.

    ResponderExcluir
  12. Dar carona pra Nina é sinal de: correr risco no trânsito, pois ela não cala a boca e ainda faz a gente conversar desesperadamente...

    ResponderExcluir
  13. Genteeeeee, ele passou a noite na minha casa, ele me admira, ele me apóia, ele gosta de mim...
    E assim, você fedia????? Eu tava gripada, não percebi... rs

    ResponderExcluir
  14. Olha só o malandro correndo das louças!! Tô de olho nocê, viu?

    ResponderExcluir
  15. No dia que fomos levar (leia-se a Ana Amélia foi levar) Jéss à Rodoviária pra comprar passagem a Nina inventou de ir na Dona Gasparina (sim, é esse o nome da avó delas).

    Contar procês: um amigo da família Tibúrcio dizia que coloquei o nome de Marina na grandona em homenagem às duas avós dela Maria e Gasparina hehehe
    Não espalhem!

    E a avó dela conversa, viu? Aliás, dizem as más línguas que o que é herdado não é roubado... hehe

    ResponderExcluir
  16. Havia “adornado”... coisa mais an-ti-ga, minha Santa Camomila. Nem eu, uma senhora de meio século de vida falo adornado... hehe

    ResponderExcluir
  17. Num é cuti cuti aquela foto de Laurinha? Hoje ela não usa batom, naquela época, banguela e tudo ela usava: e vermelho... CA-FO-NA... mas eu achava lindo.
    Ele também fala “celulite” do celular: isto também é tendência, pois eu falo...

    ResponderExcluir
  18. TAFFA, dorei seu post extraconvenção... mas meio também CAGC...rs

    Genteeeee, vi o Taffa ontem, ganhei abraço (da janela) e ele trouxe presentinho carinhoso pra Laurinha... iurúúú´

    Taffa, depois marcamos o picatinho pra semana que vem.

    ResponderExcluir
  19. Eu nem tinha reparado no batom, gente.

    ResponderExcluir
  20. Vovós sempre tem muitas histórias, né não?!
    A que mora comigo é pancada de tudo, tadinha!

    Eu rolo de rir.

    ResponderExcluir
  21. Gente, já tô em casa.
    E numa saudade...

    ResponderExcluir
  22. Gente,
    Tô desfazendo as malas.
    Num momento Elba ramalho:


    Estou de volta pro meu aconchego... trazendo na mala bastante saudaade...



    humpf

    ResponderExcluir
  23. Quatro da madruga... cheguei da rua e estou aqui olhando os coments...

    Saudade das minhas gentes...

    ResponderExcluir
  24. Soninho... vou mimir.
    grande abraço pra toodo mundo!

    ResponderExcluir
  25. Geente, adorei a foto da Laaaura. AOSIHAOSIHAOISH
    Que coisinha engraçadiinha. Que meiguice, aiai.
    Adoro vir aqui e ler esses textos ótimos, e comentário melhores ainda.

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi