quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Do diário de Paulinha Miranda

Eu como professora fui treinada para ser cética. Porque nossos alunos mentem o tempo inteiro para nós. A regra que seguimos é simples e clara: todos os alunos mentem, até que eles provem sua honestidade. Desde pequenos aprendemos a seguinte máxima: Nunca minta, porque mentir é feio, seja honesto com seus pais, com seus professores, com seus colegas.
- Sim, fui eu que quebrei o seu vaso caro!
- Sim, fui eu que peguei mais coisas na cantina!
- Sim eu bati em meu irmãozinho!
O fato mais importante sobre isso e que só aprendemos quando estamos mais velhos, mais maduros, é que mentir é uma necessidade. E a gente mente para nós mesmo porque a verdade, bem a verdade dói pra caramba.
E não importa por mais bem contata que seja a mentira, ela sempre vai cair por terra, mais cedo ou mais tarde e ao contrário do que muitos pensam, se ela cair mais cedo ela é uma dádiva.
Hoje vou te contar a verdade da verdade: ela machuca demais e por isso a gente mente tanto!
Quando eu vejo as pessoas discutindo as nuances de Capitu, logo me vem na cabeça que o foco esta totalmente desviado. Não precisamos saber se ela traiu Bentinho ou não. Nós precisamos analisar como as pessoas lidam com a verdade, que é ao mesmo tempo liberdade e frustração.
Adorei o primeiro capítulo de Capitu, eu sempre gostei de Machado de Assis, temos que ler mais os clássicos, eles tem uma leveza de nós mesmo tão importante para o processo de nossa formação intelectual e moral que muitas vezes deixamos passar desapercebido.
Boa Quarta-Feira a todos vocês

17 comentários:

  1. "...O fato mais importante sobre isso e que só aprendemos quando estamos mais velhos, mais maduros, é que mentir é uma necessidade. E a gente mente para nós mesmo porque a verdade, bem a verdade dói pra caramba..."

    Não foi você quem escreveu isso Paulinha! Ah duvido que foi! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com isso minha menina, mas deixei de acreditar que ela seja necessária, sabe? Estou em uma fase assim: A verdade dentro de nós muitas vezes mais parece um boi brabo, mas quanto antes enfrentarmos ele, melhor!

    ResponderExcluir
  3. Pq senão ele toma força e acabamos dando pra ele um tamanho que não merece!!

    Qto ao Capitu! Eu sou mineira, benhê! Nunca que consigo assistir um trem que começa as 23h00... rsrs
    Mas gostaria muito de ver a minisérie todinha!!!

    E fique tranquila, pois qdo for dar aula para Lulu poderá confiar nela, ela NÃO vai mentir nunca! hahahahahahahahahahaha (não gente, eu não acredito nisso que disse! rsrsrs)

    Bjosss

    ResponderExcluir
  4. Ai ai ai ..
    eu e minhas verdades ..
    dói, dói muito
    e a verdade é que ...depois conto pra vocês.
    .
    Nesse exato momento estou passando por um péssimo problemas, que prometo contar mais tarde.
    .
    E não acreditar nas pessoas e se decepcionar porque elas faltam com a verdade, é o pior.
    .
    Amo todos vocês e

    AMO TUDO ISSO!♥!♥!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Gente, hoje ela está super hiper mega introspectiva: ADOUUURO.
    Quando criança eu mentia pouco ou quase nada; hoje continuo mentindo pouco, mas minto.
    O meu mentir pouco não sei se defino como uma falta de inteligência/criatividade pra acompanhar as mentiras ou se seria por índole mesmo. Talvez as duas coisas juntas; numa hora a índole se faz mais presente; noutra a falta de inteligência pra "inventar" uma história coerente.

    No fundo eu tenho horror a ser apontada: como a que mentiu feio e descobriram seu erro ou mesmo como a que não tem criativadade pra vivenciar o verbo mentir.

    Descobri: não minto por uma questão narcisista, apenas. Gosto de ser apontada por coisas positivas...hehe


    Massssss mentira maior é alguém dizer que não mente.

    Eu não gosto muito dessa fala tão comumente usada, quase que sem nenhuma reflexão, por todos nós (estou me incluíndo, observem) de de mentir ou não mentir pra si mesmo.
    O que há - demorei a perceber isso e passei a acreditar no que falo agora - é ainda a não definição de um ou outro sentimento, a dúvida, a insegurança e a incerteza; não dou a isso o nome de mentir pra si mesmo, prefiro nominar esse babadinho de imaturidade em reconhecer ou definir o que realmente sentimos. E sempre se descobre. Uns levam mais tempo outros menos e tudo em decorrência da maturidade de cada um.

    Esse assunto é polêmico, atual e instigante. A pesquisadora sugere um maior aprofundamento em estudos futuros (ooopppsss, não é uma monografia)... hahah

    ResponderExcluir
  7. Agora, Paulinha, eu também sou extremamente cética, mas não vejo as crianças mentindo tanto assim. Se bem que não tem uma prática em sala de aulas, mas sou mãe de duas meninas que pouco mentiam, sabia? Aliás, uma delas quando cismou de mentir um babadinho mais sério se embananou tanto que caímos na risada.
    Sei lá, mas eu me vejo como uma mãe que conhece bem suas filhas e nunca as vi tão assim mentirosas. Elas se parecem um pouco comigo, creio.

    beijosssss

    ResponderExcluir
  8. Gostei deste trem da Rosana (+- assim) achamos que mentimos pra gte qdo não sabemos exatamente o que sentimos, como insegurança, medo, etc. Talvez seja isso mesmo...
    Mas as vezes temos dificuldades em assumir certas partes nossas, como as que citei em cima, dai nos fazemos de forte, seguras, por exemplo, e nestas "atitudes" é que acabamos mentimos pra nós mesmos, acredito eu.

    ResponderExcluir
  9. Quanto ao ceticismo, algumas situações na vida me fizeram desacreditar e muito das pessoas e até pouco tempo atrás não conseguia confiar em ninguém (absolutamente ninguém).
    Hoje que tratei e curei alguns casinhos do passado, voltei a ter fé e ver as coisas diferentes, ou seja, já estou conseguindo ver a vida sem as lentes de acontecimentos que passaram, sem comparações e expectativas...
    Sei que tenho dificuldade com muita coisa ainda e nossa, tanta coisa pra curar e melhorar, mas isso será feito com tempo e com a maturidade que falaram ai pra cima...

    ResponderExcluir
  10. uau - Uma quarta feira intelectual!
    rs

    Concordo que a mentira seja dolorida, mas ainda acho o caminho mais fácil.
    Depois de contada, uma mentira puxa outra, mais outra, mais outras... E a gente acaba se enroscando.

    Mas algumas mentiras ainda são necessárias mesmo...
    rs

    ResponderExcluir
  11. Agora sobre a mentira em si, dizem que todo geminiano é mentiroso! hahahahahahahaha

    Eu me incluo fora disto ai de cima!!
    Sou geminiana sim e claro que já menti várias vezes, mas sempre por uma boa causa... rsrs

    ResponderExcluir
  12. Eu quero mais tempo agora pra filosofar tambéémmm!!!

    humpf

    ResponderExcluir
  13. Mainha

    Conta essa mentira séria de uma das meninas!
    Deu começo de catapora preta aqui!

    rs

    ResponderExcluir
  14. E eu não vi capitu ontem!!!
    Mas sei que a mainha tá gravando pra mim...

    láláláláláaa

    E atenção,minha gente:
    "Nós precisamos analisar como as pessoas lidam com a verdade, que é ao mesmo tempo liberdade e frustração."

    Isso é bacana demais!
    mas ainda queria saber se Bentinho foi traído ou não...

    ResponderExcluir
  15. Fiz um comentário quilométrico: perdi!!!
    urrrghhhhhhhhhhhhhh

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Paulinha, eu concordo contigo em boa parte do que você diz, a mentira alheia quando percebida por nós, nos choca tanto que nos torna céticos. Mas a nossa mentira é sempre necessária por uma questão de sobrevivência.
    Penso que os valores estão se invertendo, a verdade dói e a mentira é leve, talvez isto nos tenha sido ensinado desde sempre, talvez a gente ensine isso as nossas crianças, não por sacanagem, mas por que não sabemos outra forma de sobreviver, de conviver. OWWW acho que tô deprimida,melhor nem falar de Capitú.
    Beijimmmm, eu gosto muito do que vocês escrevem aqui no Guaraná, tô inté virando guaranete, onde eu solicito a carteirinha hein?

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi