sexta-feira, 4 de julho de 2008

Problema ou solução?

Há pouco tempo atrás eu escrevi um texto, aliás, foi o primeiro texto que postei no meu blog e nele não apoiava qualquer tipo de "relacionamento" através de um PC.
Mas lá eu criticava vários pontos desta “modernidade” que vivemos e a internet também entrou na onda, entretanto, neste caso, eu criticava àquelas pessoas que achavam ser capazes de te conhecer através de uma tela de PC, desconhecidos que passam a achar que sabem tudo de você por que vistam seus perfis na internet.
O texto se chamava: Mas afinal, cadê o despertador? E hoje resolvi postá-lo aqui, para discutirmos, já que o maior meio de contato entre os Guaranetes é o PC.

Afinal, cadê o despertador?

As vezes acho que o “ser humano” deveria ser chamado de “ser estranho”, porque somos sim muito estranhos.
Desenvolvemos tecnologias avançadas e nos entregamos a elas de tal forma que chegamos ao extremo de acreditar que tudo é possível através de uma tela de computador, inclusive conhecer uns aos outros. Esquecemos que sem olhar nos olhos isso é completamente impossível.
Hoje nos achamos super desenvolvidos porque nos comunicamos através de aparelhos, porque não temos que fazer grandes esforços para nada: Tá gorda? Faz lipo. Tá decepcionada? Lexotan e coca – claro - pra dar uma animada. Alimentação saudável é coisa do passado. Quer comer muuito? Quer beber muito? O faça, pois já criaram remédio pra isso também: Um engov antes e um depois e assim fica tudo bem. Natureza se tornou piegas, para saber em que lua estamos sem uma folhinha na mão é quase impossível. Quer ficar forte? Bomba. Quer falar com seu melhor amigo no dia do aniversário dele? Internet. Enfim, as pessoas não querem grandes esforços e assim vão levando uma vida desesperada, sem se conhecer, sem tempo para olhar nos olhos, para receber sorrisos e – principalmente - para olhar para dentro de si mesmo.
Eu li uma frase nestes dias que dizia o seguinte: “O problema não é o mundo e sim as pessoas”, concordo plenamente. O que vai mudar o mundo são pessoas de carne e osso, que se encontram pra conversar e resolvem seus assuntos pessoalmente. Que assumem suas fraquezas, suas tristezas e não fazem da sua vida uma tela de PC. Pessoas que não se acham tão “simples” ao ponto de se apresentarem em um perfil bem elaborado.
Tá faltando aperto de mão, abraço de amigo, beijo carinhoso. Tá faltando carta pelo correio - escrita a mão - com erros, corretivos e “cheiro de atenção”. Tá faltando bem estar, natureza, esporte, pensamento positivo, energia positiva. Tá sobrando julgamento, achismo, cochicho, alienação, festas vazias, corações vazios. Tá sobrando opiniões formadas sobre pessoas que nem conhecem, mas acham que são intimas devido a estes benditos perfis. Tá sobrando muito e tá faltando muito também...
E pra mudar tudo isso precisamos acordar todo mundo, acordar e fazê-los entender que a vida é aqui fora. AQUI FORA “SER ESTRANHO”!

Mas afinal, cadê o despertador?

Ótima sexta pessoas!!!
Afinal, tem dia melhor que este???

Namastê Haline

53 comentários:

  1. Oi Halineeeeeeeeeee
    bom ler vc navamente no guaraná. Voc~e tem essa capacidade de falar dentro de um texto de forma a gente te ver muito perto, assim lado a lado ou fr e nte a frente..
    Sabe, eu assino em baixo em tudo que vc falou... se o ser humano esta perdendo essa unica capacidade que o separa de outros animais, que é a natureza humana de se importar realmente, de fazer a diferença, nãot em pq entrar em toda essa era da modernidade..

    Nós, só chegamos nesse estágio de desenvolvimento pelo medo do desconhecido, o medo do outro, e oas poucos esses relacionamentos que vc relatou, não são somente para facilitar a vida, mas sim, para sermos outras pessoas e para não ter medo!!

    um computador é pior que um revolver na mão de quem não sabe usar!!

    eu sempre me perguntei sobre a diferenciaação entre o publico e o privado, o que é verdadeiro e falso nesse mundo virtual.
    hahaahahha ontem mesmo eu deitei e pensei: caraca que locoooooooooooo, a gente delisga o computador, fecha tudo e amnanhão todas as nossas coisinhas, registros, estão no mesmo lugar. hehehehehehe

    ResponderExcluir
  2. Mas, se bem que quem enfrenta um mundo virtual quer se mostrar, quer se visto.. é patente isso!!
    ninguem faz um blog para ele somente olhar todo dia e se achar o máximo!!
    - Eu sou foda, eu tenho um blog!!
    todo mundo quer ser lido, quer ler alguma coisa.
    mas eu entendo vc quando vc fala do outro achar que te conhece so lendo essas rasas linhas.. e se acha que conhece, não se importa realmente..
    quando eu fui parar no meio da informática eu sofri demais. Eu venho de uma área humana muito forte. pedagogia, mais o que a ciencia de ensinar é a ciencia de doar ao outro, de gostar de gente, mas de gente mesmo, que sofre, tem problemas, é chata , acorda de mau humor, tem crises existenciais, não gente boazinha demais, limpinhas demais, famosninah e riquinha demais.
    fui lançada ao leões, onde acham que sentar na frente de uma máquina, bem distante de um aluno, é a melhor solução, pelo simples fato de ensianr uma tecnologia..
    eu lembro que em um debate eu quase fui expulsa quando eu disse que as aulas on line iriam separar muito mais as pessoas do que as unir e que cada vez mais tecnologia mais o vacuo entre os que fazem parte da inclusão digitale ols que estão a margem disso tudo, que no Brasil ainda são a maioria..

    ResponderExcluir
  3. O guaraná hoje é minha vida..
    é aqui que eu encontro as pessoas mais queridas, que eu admiro, que eu me preocupo, que eu tenho uma vontade imensa de dar um abraço todos os dias.
    eu tenho um sentimento muito grande por essa familia.
    eu conheço o rafa pessoalmente, claro que isso muda algumas coisas, mas isso não é o mais importante.
    o mais importante é que não nos transformamos em personagens de nós mesmo, meras sombras..
    por isso que a nossa amizade aqui da tão certo..
    ninguem chega aqui para mudar o outro, para fazer o outro diferente, estamos aqui pq gostamos de estar aqui.. e nada mais.
    e essas pessoas (Rafa, Rosanita, Halininha, Ninoca e nossos convidados quase presentes)de que mesmo virtualmente podemos dar muito certo.. somente sendo a gente mesmo!!
    tanto é que temos planos de passar uma semana de ferias, todo mundo junto, dando muitas risadas!!

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca acreditei em possíveis relacionamentos virtuais.
    Mas quebrei a cara!
    Conheci pessoas muito especiais assim. Mas vale lembrar que tenho que passar disso: tenho que ouvir a voz e logo sentir o toque e olhar no olho, como foi com a mainha.

    E concordo sobre essa impessoalidade causada pelos emails, mensagens e frases bonitas ditas sem muita responsabilidade.

    A gente quer ser tão moderno que acaba perdendo a qualidade, né?!

    ResponderExcluir
  5. A era do computer veio prá ajudar, mas também prá "distanciar" as pessoas. Lembro que em 81, quando vim prá Brasília pela 1ª vez, meu marido, que já estava aqui, me mandava cartas falando da cidade. Depois, em 90, qdo fui prá SP antes dele , minhas filhas se comunicavam com ele através de cartas. A expectativa da chegada do carteiro é algo indescritível.
    Em compensação, nada como a internet prá ajudara descobrir o auxílio prá uma doença ou coisa parecida. Não sei a idade de todos os guaranetes, mas com certeza, Rosana e eu sentimos saudade do palpitar do coração esperando o carteiro chegar.
    Até pessoal.

    ResponderExcluir
  6. nossa eu exagerei nos comentários.. hahahhahaha
    Haline, vc pode não conhecer minha história com o edgar, mas a gente se conheceu pela internet..
    passamos tres meses conversando virtualmente antes dele vim me conhecer, e estamos juntos (quem diria) 3 anos...
    e nos damos muito bem, sempre nos demos, mas tudo começou com respeito e não mentimos em nenhum momento sobre nós mesmos.
    claro que ele veio esperando um mulherão hahahaha a la marina mas ele tb não fico triste quando me viu hehehehhe
    bneijocas pessoas
    eu fiz bolo de aveia, maça e canela, algúem quer???

    ResponderExcluir
  7. uauu

    A Paula quando não rouba a cena com suas loucurinhas, rouba com sua fofura!!

    E eu quero bolo!
    ebaaaa

    ResponderExcluir
  8. Já que não posso comer o bolo, quero pelo menos a receita.

    ResponderExcluir
  9. Rosana, depois que estivermos bem amigas blogueiras, me convida prá conhecer Pádiminas???

    ResponderExcluir
  10. Minha filha disse que tô muito metida, vindo toda hora ao computer prá ver se tem "novidades" no meu blog ou no de vcs. Hehe

    ResponderExcluir
  11. Namastê minha GENTE!!! Tudo bem???

    Nossa Paulinha, que bom que acha que escrevo de forma clara! Obrigado!!!
    Eu concordo com você: A modernidade está fazendo com que a gte perca nossa natureza humana, de sentirmos mais as coisas, de aproveitarmos mais a vida.
    E eu penso assim: Nós, que vivemos parte da nossa vida sem PC, eu ao menos, consigo me lembrar de coisas boas sem ele, mas vejo meus sobrinhos: Eles tem orkut e msn aos 8 anos de idade! Como assim??? Vai soltar pipa, peão, brincar de esconde-esconde, pega-pega... Mas ficar no PC tão cedo??? Ah NÃO!!! rsrs
    As crianças estão aprendendo desde cedo a não ter que fazer esforço nem para se divertir.
    Qdo eu tinha 8 anos era assim: Seeeeenta que lá vem a história! Hoje é assim: Seeeeeenta querida que tenho um babado da Mariazinha pra te contar! haaha
    Isso tudo torna crinças em pequenos adultos! Credo! Acho que Vou mudar pra floresta e criar minha filha com os lobos... hahahahaha

    ResponderExcluir
  12. Com certeza! Quem abre algo na internet, seja blog ou qualquer coisa do tipo, quer ser visto!
    hhahahahahahah "...- Eu sou foda, eu tenho um blog!!..."
    Só a Paulinha!!! haha
    Mas ninguém abre um perfil para se admirar!!! Afinal pra isso serve espelho, né??? hihih

    Mas menina! Eu não sabia disso não: Que legal!!! Vocês se conheceram pela internet?? Do nada, como assim??? Amigos em comum???

    Cometário a parte:: Teve uma novela em que um ricaço (Edson Celulari) conhecia uma cigana pela internet, lembra??? Ó a Paulinha: "A lá" cigana Dara! hahahahaha

    ResponderExcluir
  13. Então, na verdade, quando eu escrevi este texto eu estava meio estressada com o orkut (diretamente) e cansada de acharem que te conhecem porque leram teu perfil, pq viram tuas comunidades e dai acham que sabem TUDO da tua vida, sendo que, muitas vezes, nem a gte se conhece tanto assim! rsrs


    O Rafa sempre me falava: Eu conheci uma menina láááá de não sei onde e outro lá de onde Judas perdeu a Bota e outra lá de Patos de Minas (rs), eu achava (sinceramente) estranho. Pensava assim: As vezes eu não consigo manter um relacionamento (amizade) com pessoas que estão perto de mim, imagina quem está longe! Daaaai, veio o Guaraná e aqui eu comecei a mudar minha "opinieichon", porque assim como aqui fora, dentro da net existem lugares legais, com pessoas bacanas, mas eu ainda não tinha me tocado disso!!! O Guaraná começou a mudar minha cabeça diante desta assunto, mas continuo achando que passamos muito tempo com o PC.
    As vezes me sinto mal de estar aqui sabendo que poderia estar ao ar livre, curtindo a natureza, fazendo uma caminhada, brincando com Lulu, aproveitando a vida, sabe?? Mas nããããã, to sempre aqui! rsrsrs

    ResponderExcluir
  14. Olá "Um dia serei eu mesma"!!! Sabia que já li todo seu blog?! hahahahaha
    Andei fuçando no blog da Rosana e o seu estava lá, né??
    Dai entrei li um texto, li outro, outro e quando vi já tinha lido ele todinho! hahahaha

    Escreve muito bem mulher, mas eu fiquei curiosa com a Lua, você não continuou a história da Lua!!!! rsrs

    Nossa, eu que tenho 24 (com cara de 15) ainda me lembro da época das cartas. Eu tinha uma amiga em SP, irmã do meu cunhado (A Bruna que casou nestes dias e o Rafa cantou no casório) e a gte trocava milhares de cartas, era ótimo!!!! Nesta época eu não teinha nem tel em casa.

    ResponderExcluir
  15. Hummm! Que vontade comer bolo!!!

    Geeente, novidade!!! Hoje pego a chave da casa onde vamos morar (Eu, namorido e Lulu)!!!
    Tô tãããão feliz!!!!!

    Paulinha, ontem eu com Rafa combinamos no ônibus que qdo vc vier para borda vcs vão na minha casa comer virado de banana com MUITO queijo!!!! Especialidade da casa... rsrs

    ResponderExcluir
  16. Gente eu posto e só EU comento! hahahahaha
    Tudo bem, é o último!!!É que preciso contar:

    EU FUI VER O RAFA DE REGINA ONTEM!!!!!
    Geeeente de Deus, vocês não tem noção! É MUITO BOM!!!! hahahahahaha Ri horrores!!! E o melhor, fui com uma amiga pq estava estressada com namorido. Deixei ele em casa cuidando de Luíza e fui mesmo. rsrsrs (assunto pra outro dia este)

    PARABÉNS RAFA!

    Eu ia colocar IT'S RAINING MEN como música em sua homenagem, mas não deu. =\

    ResponderExcluir
  17. hahahahahah
    olha a haline se jogando nos comentários.. vamos por partes.
    eu vibro com a sua alegria haline, de vc ter um lar, para vc seu namorito (mistura de namorado com marido, achei isso muito pop) e com a Lulu..
    fico muito feliz mesmo, pq eu tenho esse sonho tb...
    claro que eu vou na sua casa nova, eu adoro virado de banana com muito queijo e vivaaaaaaa
    nossa, vai ser uma delicia tudo, obrigada pelo ocnvite, e eu que queimei minah lingau falando mal da gastronomia da Borda, agora tem sua casa, a do Rafa e da tia Sueli que fa pratros deliciosos, umas broinhas..
    me perguntaram essa semana se eu estava grávida, eu ando com tanto desejo e ando comeno e dormindo tanto, agora me deu vontade de comer bolo de fubá, vou fazer, vou fazer..

    ResponderExcluir
  18. por acaso essa história da cigana Dara não era em explode coração?
    que a familia dela quebrava pratos quando estava nervosa?
    hahahahahha choro de rir, eu vi todas as novelas da globo se bobear..

    eu conheci o edgar no orkut na comunidade os vizinhos do chiquinho, hahahahahahhaha, minha irma estudava com o Hugo (irmão de Rafa) e eu resolvi ver essa comunidade, me encantei por ele, add, e hj estamos vivendo assim namorando, namorando
    hahahahhahaha

    que inveja que eu estou de vc haline, por ter visto a peça, invejinha boa, não vejo a hora de ficar frente a frente com regina.
    heheheheheheh
    nada melhor do que programas menininhas e deixar o marido em casa, lavando , passando, costurando, rentando, bordando e o que mais pode haver de fazer em uma cassa
    hahahhhahaha

    ResponderExcluir
  19. um dia serei eu mesma, vc é uma simpatia!!
    Obrigada pela visita, eu li o que vc comentou no meu dia..
    claro que eu te dou a receita do bolo, se vc gostar você pode colocar assim, bolo de aveia com maça e canela da Paulinha.
    quando eu era pequena, eu pegava o livro de receitas de minha avó e sempre lia,
    cajuzinho da Sõnia
    Torta 3 cores da Tia Lourdes
    e sempre quis ter uma receita com o meu nome!!

    eu adoro cartas tb, guardo todas que recebi e ainda recebo, muito mais romantico..
    continue vindo nos visitar..
    agora fiquei curiosa sobre seu blog e a lua, vou dar uma passadinha nele tb..
    beijão

    ResponderExcluir
  20. gente, eu quero a Rosanita aqui tb..
    eu quero, to sentindo falta dela!
    com aquela carinha aqui do lado
    hahahahahaha
    agora ela mudou a foto, está um de bocão!!
    Rosanita, vou falar com papis trocar a bateria, heheheheheh, ele é tão esquecido, assim podemos ficar horas ao telefone, ou quem sabe eu roubo um aparelho com fio e a gente conversa tantão
    e ta chegando o dia da visitinha
    eeeeeeeee
    para ser exata 17 dias
    eeeeeeeeeeeeeee

    ResponderExcluir
  21. Quero isso como tema semanal: minhas impressões netianas.
    Que tal?
    Como eu sou muito prolixa, vou começar pelo fim: há que se ter bom senso!

    O bom senso é a tônica de tudo, incluíndo a net.

    ResponderExcluir
  22. hahahahaha
    a Rosanita chegou causando

    ResponderExcluir
  23. Nunca tive essa opinião primeira que Haline teve, e penso que nunca terei.
    Explico: conheci a net, quer dizer, eu tive net na minha casa no final de 1999, pois no Banco do Brasil já usámos a intranet todos os dias, pra tudo.
    E, confesso, fiquei deslumbrada. Vinha de um período de abstinência amorosa-sexual-afetiva e a internet me mostrou um mundo diferente. Adorava as salinhas de bate-papo. E como eu era eu mesma, acreditava que todos eram. O máximo que usava de nick diferente era "Daninha", apelido que me foi dado por Dedé e depois da minha primeira decepção amorosa-virtual eu passei a usar Rosana (com ponto no final e em vermelho). E eu era a Rosana mesmo, que fazia faculdade, que tinha quarenta e tantos anos, duas filhas, baixinha, não tão gordinha na época e que morava em Patos de Minas. Nunca me "travesti" de outra.
    E assim continuei por lá e sou aqui. Sou o que sou, quem me conheceu sabe e quem me conhecerá, saberá.
    Um dia serei eu mesma me conheceu, mas muito rapidinho e talvez não possa afirmar muito isso, mas Rafa sabe do quê falo.

    ResponderExcluir
  24. Bom, só que encontrei de tudo na internet. Namorei por um tempo um cara que conheci em salinha de bate-papo que me dizia sobre andar de moto, de reuniões com caminhoneiros, de contratos de seguro de vida e pararásss. Grande engodo: havia andado de moto - e que talvez nem fosse dele - há 900 anos; pouco trabalhava e mentia como nunca vi ninguém mentir na minha vida. Ele fez um perfil falso e eu acreditei. Rapidinho a máscara foi caindo, mas tive dificuldades de terminar essa coisa.
    Já conheci mulher se fazendo passar por homem e por muito tempo, com um sadismo absurdo.
    Já conheci uma amiga que conversava horas comigo no msn e que quando conheci ao vivo, continuou conversando horas no msn com outros amigos e eu lá, ao lado, sem ter o que fazer; sem dizer que um dia me deixou sozinha na mesa do almoço pra "namorar" por uma hora e meio "um virtual".
    Já conheci gente que colocava foto maquiada no msn, toda bonitona, mas que no fundo era um bagaço.
    .
    Eu encho a minha boca e digo: sou o que sou, não há engodo por aqui.
    Tá, eu boto a mão no meu papo que é pra disfarçar, e corto a barriga da foto porque é feio de ver, mas conto que tenho papo e barrigão... haha

    ResponderExcluir
  25. Por outro lado, a net me deu a Jôzinha -ontem até falei dela pra o Rafa - uma mulher que me recebeu na casa dela de braços abertos.
    Não só ela como também o maridão dela e os dois filhos.
    Eu NUNCA fui tão bem recebida num lugar em TODA a minha vida. Estava num período de depressão, tomando remédios e tudo mais e um dia eu contei que de manhã eu tinha medo de levantar. No outro dia eu acordei com ela lá do meu lado, no maior sorrisão pra me dar coragem.
    Os filhos saíram do quarto pra eu dormir por lá. O maridão é super maduro e permitia - sem esses nojos de homens babacamente ciumentos - que saímos na noite de Sampa... na boa... e que conversássemos até de manhã, dando mil risada. Tínhamos aula de crase, era engraçado demais... haha

    ResponderExcluir
  26. A net me deu oportunidade de também conhecer pessoalmente a Tuquinha, amor de vida meu, a Racca, que se diz minha filhota, a Jana, a Cris Jorge, a Rô... pessoas que quero muito bem.
    A net me deu oportunidade de conhecer, infelizmente, ainda não pessoalmente, a Tontinha; a Tê, o Nando; a Laquinha (outro amor de vida meu); a Mah e a Nanizinha - embora afastadas de mim, por ora; a Haline, agora mais recentente; e a Paulinha outra paixão de vida meu e que vou conhecer pessoalmente daqui a 17 dias, se Deus quiser.
    .
    A net me DEU meu filho único e querido, o Rafa, que eu amo de paixão, e posso dizer que quase tanto quanto amo minhas duas filhas legítimas. Amo, amo, amo, amo o Rafa.
    A net foi e e BOA demais pra mim.
    .
    Quem mentiu nela, quem enganou, fez outro personagem meio que buscando o prazer de me enganar que queime lá onde tem que queimar. Azar o deles.
    .
    Fica o saldo positivo.
    Falei de pessoas, né?

    ResponderExcluir
  27. A net permite que minhas pesquisas e meus trabalhos se desenvolvam de uma forma ágil e bacana.
    A rapidez da net me dá de presente a transformação de um arquivo num sei em quê lá, pra o Word; presente que recebi de Paulinha hoje.
    A celeridade dela fez com que a Mahh, Nani e Laquinha me fizessem 999 mil favores, de toda ordem.
    Por ela eu também, ás vezes, posso dar o colo pra alguém.
    .
    Como eu trabalho a maior parte do tempo aqui no micro, imaginem o quanto ela me serve.
    .
    Agora, eu adoro cartas, cheiro, gosto, abraço, claro, tô viva e vivo...
    Mas vejo a Laurinha trocando cartas com amiguinhos direto. Então não é a net que "impede' isso, ou dificulta... é uma questão cultural.
    Eu posso fazer um livro personalizado e mandar de presente pra alguém, por que não? Eu mando. Não escrevo porque minha letra é bonita na fonte Verdana ou Times... não queiram ler minha letra, moçada. É cruel.
    .
    Quando Rafa e Paulinha chegarem garanto a vocês que nos afastaremos bastante, porque, concordo com Haline: a presença é insusbstituível, mas quando não é possível ela me permite sentir vocês todos, e bem aqui dentro do meu coração, com todo o meu amor, aborrecimento, impaciência, bom humor, e outras tantas características que trago arraigadas na minha personalidade e que a net não camufla, JAMAIS!
    E viva a net, usada com bom senso e parcimônia

    ResponderExcluir
  28. Isso não são comentários, são novos posts...
    .
    Demorei porque tava sentindo calorzinho e cheirinho gostoso dos meus amores pititinhos: Heitor e Ana Clara.
    Tô cheia de energia agora.
    .
    Halineeeeeeeee, parabéns.
    Bombou seu texto!!

    ResponderExcluir
  29. Paulinha, concordo como o Rafa, você foi muito lindinha hoje nos comentários, amei.
    Também quero bolo... mas não sei se gostaria desse... hahaa
    Paulinha, faz bolo aqui pra gente? Eu lavo os “trem”
    .
    “Um dia”, claro que cê ta convidada pra vir pra Marrecolândia...haha
    .
    Haline, o Rafa me contou sobre você no teatro e... inveja – queria assisti-lo também.
    Haline, quer que eu troque a música procê? Quem canta esse babado de música que você citou aí? Tem outro site melhor pra procurar. Quer que eu mande ele procê por e-mail?
    Vou mandar...
    ;
    Beijos amores, tô mortinha.

    .
    Cadê minha filha Marina???

    ResponderExcluir
  30. Rosana, a missão4 de julho de 2008 17:02

    Eu falei que Paulinha transferiu um babadinho pra mim hoje, mas não foi hoje, foi dias atrás... haha
    Vou lá descansar... uhhhh

    ResponderExcluir
  31. Ah, eu tenho blog. Adoro, mas não faço dele uma vitrine de minha vida, mas tô lá, certamente... e gosto de ser lida.
    QUERO BLOG DE PAULINHA, QUERO..

    ResponderExcluir
  32. Se vou começar a fazer parte da turma, a 1ª coisaque quero saber é pq Marrecolândia? E agradeço as visitas , afinal quem tá começando adora ver +1 e +1 e +1 opinião em seu blog.

    ResponderExcluir
  33. Caraca!!! marrecolândia... Patos... ai ai ai e eu sou loira. POR FAVOR me desculpem a demora pra relacionar, mas os neurônios ficaram na cozinha. Aliás, tenho que voltar prá lá.
    Até mais

    ResponderExcluir
  34. Tá prometido. No meu livro de receitas vai constar Bolo de Avelãs com maçã e canela da Paulinha. Aliás, no meu fichário, pq eu sou é muito da chiquetosa.
    Mas tem que mandar, hein?

    ResponderExcluir
  35. hahahahahah
    eu falo que a Rosana causa, na giria dos pseudos adolescentes!!
    olha o tanto de coisa que ela escreveu!1 e em uam sequencia muito logica, diga-se de passagem!
    e quem deveria ter vergonha são essas pessoas que mentem tudo na net, até o tamanhho do bendito se deixar!!
    como pode, eu me pergunto, é muito crise de várias identidades, so pode ser isso!!
    eu tenho vergona por essas pessoas!
    motoqueiro? caminhoneiro?/ fala sério nada a ver né..
    e o piro acha que não será descoverto
    tsc tsc
    é é é é é
    eu mandei o arquivinho mesmo
    eu ajudei, gosto de ser útil e mostrar ue tenho 1 milhão de prormas instalados na maquina!!

    ResponderExcluir
  36. Já sabem? .. sim sim, dei labirintite de tanto comentário. UAU, que sucesso isso aqui hoje.
    E eu perdi tudo .. snif snif.
    Mas ganhei o dia com um telefonema de uma amiga, além de me agradecer, ela elogiou muito o nosso blog e isso me deixão tão tão feliz, que se pudesse corria até ela e dava um abraço de esmagar .. hehehe

    Haline, adorei o texto. Concordo com muita coisa.
    Sempre gostei desse mundo virtual. Mesmo não casando com o meu ex-noivo que conheci na net em 2000, sempre tive sorte nos relacionamentos virtuais (amizade ou paqueras), mas tem uma coisa legal, muito deles eu conheci na net e logo depois me correpondia por carta. Justamente pra não perder esse contato mais direto.

    Essa semana contei aqui no blog que fui em uma sala de bate-papo. Há tempos não fazia isso. Fui mesmo só pra sacanear e mostrar pras colegas de trabalho como é.
    Confesso que não achei graça nenhuma. Mas é que agora morando em brasília, estou tendo a oportunidade de conhecer muitas pessoas. E o vazio que sentia antes, puft, acabou, então automaticamente não sinto mais necessidade de entrar em salas assim.

    ResponderExcluir
  37. Paulinha, não sabia que seu namoro teve início na net. Que delícia

    Rafa, que delícia, que presente bom que a net nos deu.
    Quer dizer, deu o presente pra mamãe e ela dividiu comigo e com a Laurinha.

    "Um dia" você foi a apresentada para o mundo bloguiano e agora não sairá nunca mais. Feliz por saber que está te fazendo bem.

    Mamita, tô aqui. Hoje foi uma correria que só.
    Meu trabalho acabou agora ..
    vou daqui a pouco me arrumar pra poder ir pro samba. Afinal, hoje é dia do samba da sexta.

    AMO TUDO ISSO.

    Beijocas
    desculpem a demora

    ResponderExcluir
  38. Meu Deus!
    Isso aqui tá bom demais!!!

    Sabe o que eu gosto de perceber e tenho analisado faz um tempinho?
    Estamos tão mais maduros nos textos, nos sentimentos...
    Comentei com a mainha e com a Haline já sobre!
    O Guaraná é sim um bom exemplo de relacionamentos virtuais que deram certo!

    ResponderExcluir
  39. Eu não gosto de salas de bate-papo, acreditam?
    Se entrei 3 vezes foi muito! Juro!
    Nunca tive interesse. Sem contar o tanto que demorei pra criar meu orkut...
    Depois passei por uma fase de viciado, mas agora estou mais tranqüilo.

    Conheci um rapaz de Fortaleza através de seu Blog. Um cara inteligente, divertido, com sacadas geniais. Em um dos seus posts, ele falava da diferença entre conhecer primeiro as idéias de alguém e depois seu rosto, seu físico. É, porque é um rostinho bonito quenos atrai a atenção pra visitar perfis orkúticos!!!
    Conhecemos primeiro as idéias um do outro e mantemos um contato que faz bem! Eu vibro quando vejo que tem email dele!
    Sei que um dia vamos estar mais perto pra confirmar uma amizade gostosa! E vai ser numa praia bem bacana!
    hihi

    ResponderExcluir
  40. Ah!
    E vale lembrar que eu já tive um namorico virtual, que não deu certo, claro!
    E já tive uma super decepção de alguém que fui encontrar e que não era a pessoa atenciosa e bacana que se mostrava no MSN...
    rs

    ResponderExcluir
  41. E o tanto que eu tô me achando???

    Olha o carinho da mainha, da Paula, da Nina, da Haline...
    Ai, ai!

    Não sei como essa crise de auto-estima insiste!
    rs

    ResponderExcluir
  42. Adoro crises de auto-estima.
    Por que não cria essa série?
    Cadê a Haline.
    Fico pensando se ela queria a tal música, mas não sei quem canta...

    ResponderExcluir
  43. Falando em auto-estima eu sou mesmo MA-RA. Apesar de analfabeta em canções internacionais... eu consegui...
    uauuuuu

    ResponderExcluir
  44. Adorei o comentário do Rafa sobre o amigo de Fortaleza.
    Realmente é muito interessante conhecer as pessoas pelo seu pensamento antes. Em nenhum momento, desde que comecei a trocar figurinhas com vcs tentei imaginar como vcs seriam. Haline, Paulinha e Rafa, não sei se são azuis, verdes, brancos ou pretos. Gordos ou magros, altos ou baixos. Sei de uma coisa, são todos lindos por dentro, então isso os faz lindos por fora também. Marina já conheço e Rosana também, embora por um breve período, mas se é mãe da Nina e postiça de vcs, então...

    ResponderExcluir
  45. Diaaaaa, moçada!
    Cadê vocês?
    Nossa, achei que Haline ia adorar minha troca musical, ela nem veio.
    Isso destrói a gente, magoa... (adoro dar uma de Paulinha... rs).
    .
    Adorando a participação de você, viu "um dia". Precisando arrumar um apelidinho... haha
    E agora tem seu endereço ali do lado, que é pra gente te visitar, quando atualizar seu blog.
    Beijossssss e lindo sábado pra todos.
    Se beber, nada de pegar no... voooooooo lllll

    ante!!!

    ResponderExcluir
  46. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  47. Rosanita(como te chamam todos)! Sabe que tô adorando ser chamada de "um dia"?
    Falei isso prá Nina ontem. Sempre quis ter um apelido e agora vcs me deram um codinome. Tô curtindo muito isso.
    Linhás, a Nina me disse que vai prá Patos dia 24? E vc disse que vai conhecer a Paulinha dia 17?
    Não tem como conciliar isso ou a Nina já a conhece?
    Vou desejar um ótimo fim de semana prá todos, mas vou continuar entrando e se vcs continuarem por aqui, continuarei também. Até.
    Paulinha, cadê a receita?

    ResponderExcluir
  48. "Um dia", a Paulinha vem dia 20 ela e o Rafa, mas eles vão ficar uma semana ou mais (iiieebbba). A Nina vem pra vê-los.../
    Isso vai ser uma farra só!!
    Vem também, murrer...rs

    ResponderExcluir
  49. GENNNTE, COLOCARAM "IT'S RAINING MEN" NO BLOG!!!!

    hahaha

    Na verdade, eu não consigo escutar, mas vi a Rosana dizendo que colocou!! rsrsrs Adorei Rosana!!! Valeeeu!!!
    Esta música que tocou no final da peça do Rafa, por isso escolhi!!!

    Nossa gente, eu tô na maior correria: Atrás de orçamentos, tintas, reformas, etc Por isso não apareci!!!
    Mais uma vez, foi ótimo estar por aqui!!!!
    "Um dia" foi muito bom te conhecer e muito bom ter vindo comentar meu texto!!!

    Bjão para todos!!!

    Namastê

    ResponderExcluir
  50. Gente!!! Eu li TODO o Guaraná.TODINHO!!!
    De ponta a ponta. Vocês são demais.
    Adorei principalmente a 1ª postagem da Haline, a 1ª da Nayara (texto da Clarice: Por não estarem distraídos) e a da Rosana "Para aquietar o espírito".
    Sinto-me muito feliz por poder partilhar com vocês esses posts tão bem escritos.
    O Rafa só poderia ser ator!!!
    Obrigada por brindarem a todos nós, leitores, com essas pérolas.

    ResponderExcluir
  51. Eu me sentindo a pior das criaturas porque não tive tempo de ler o meu filhote Rafa, e no que chego aqui, cadê?
    Povo mais relapsooooo, ô mó Deus!

    ResponderExcluir
  52. É... net borda-matense com reflexos da paulistana... hehe

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi