segunda-feira, 7 de maio de 2012

Não é fácil.

Tema: Procrastinação
Por Laura Reis

Já são 20h 32min. Tenho certeza de que esse post não ficará pronto antes das 22h. Primeiro porque até lá eu começo a ver a novela das nove. Depois porque daqui até lá tem muita água pra beber, muito xixi pra fazer, muito óculos pra arrumar no rosto e o mais agravante: muita aba pra abrir nessa internet de meu Deus.
Confesso. Carrego a faixa de procrastinadora oficial do Guaraná. Adio planos, vontades, ideias, textos e até aquele xixi do primeiro parágrafo. E é quase sempre por dois motivos: internet e sono. (Nesse momento acontece um branco na minha cabeça, mas me esforço muito pra não substituir a janela do Word pela do Chrome. É muito difícil.)
Costumo olhar o próximo tema do Guaraná só na sexta-feira mesmo, ou no sábado pra (teoricamente) ter o domingo todo pra poder escrever. Mas quem disse que minha cama, meu Pinterest, meu Facebook e meu namorado deixam? Namorado. Saudades.
(coloquei a mão no mouse e fiz que ia pra internet, mas lembrei..)
Pois bem, os parágrafos estão ficando desconexos e é assim mesmo que vai ficar, que nem diário. Então ontem eu acordei tarde tarde (claro! Único dia da semana que pude acordar tarde tarde – minha semana começa segunda-feira e, opa, esqueci que teve um feriado, né? Não lembro o que fiz no feriado, mas acho que acordei tarde em algum momento, enfim...), tomei café da manhã às 15h mais ou menos enquanto via o episódio piloto de Upon once a time (Era uma vez, em inglês – muita saudade desse meme), depois fiquei na internet umas boas horas fazendo basicamente nada de útil, porém curto muito isso e no fim do dia fui comer um cachorro quente e DAR UNS PEGA.
(ok, não agüentei, brinquei de internet, de celular, de televisão e só agora, quando minha mãe jogou na minha cara que não faço nada da vida, lembrei daqui).
Pois bem, esse é o meu clube. E eu já li mais de 20 artigos a respeito desse pequeno probleminha e já tentei resolver com um monte de técnicas fodas de organização de tempo/ideias. Porém sem vitória.
Nesse momento, gostaria de pedir a cada um de vocês uma palavra de apoio, uma dica, uma concordância, qualquer coisa. Qualquer coisa que me faça me sentir menos pior por ser tão procrastinadora. Porque, na boa, não é fácil.
Um beijo a todos, às 22h 18min.
Ok, 33min.

9 comentários:

  1. Só não é mais porque eu pego no pé.

    ResponderExcluir
  2. Uma palavra de incentivo? Vale uma frase?
    O ruim de fazer agora nunca será pior do que o ruim de fazer depois da hora.

    POR FAVOR, REGISTREM A MINHA, MINHA FRASE.

    ResponderExcluir
  3. Acho que os demais procrastinaram as palavras de apoio, viu.

    ResponderExcluir
  4. Vejam só, a culpa é minha, agora? E dos 22 anos anteriores? Sua... PROCRASTINADORAZINHA.

    A palavra, (no caso, frase) de incentivo é: aponta pra fé, e rema.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Na boa, vamos brigar pela faixa de procrastinador oficial do Guaraná, irmãzinha!

    ResponderExcluir
  6. Minha frase de incentivo:

    Não deixe pra amanhã o que você pode fazer DEPOIS de amanhã!

    ResponderExcluir
  7. Filhote, larga mão da vadiagem porque sua procrastinação já mudou de nome.

    Pronto, falei!!

    ResponderExcluir
  8. O Ulisses só vem no post de Laurinha, será por quê? Discriminação: a gente vê por aqui.

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi