sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Veni, vidi, vici

Tema Livre
Por Paulinha Miranda


Qual vitória é mais saborosa? Aquelas pequeninas do dia-a-dia? Ou uma grande vitória no final da jornada?

Esta semana eu estava lendo um romance (de banca), as péssimas línguas desse blog vão me zombetar. Já sofri muito bulling por conta disso. Mas, o livro era maravilhoso, o melhor que já li. A temática de homens libertinos que passam a vida bebendo, jogando e gastando suas fortunas com suas amantes me fascina. E enquanto eu me deliciava com a leitura (mesmo sendo em e-book), consegui me maravilhar.

Eu me encanto pelos títulos de nobreza. Reis, príncipes, duques, condes, marqueses, barões – estão por ordem de importância de título (você tem que se dirigir a um duque por vossa alteza e os demais titulo por milorde).

O livro chama A mansão dos segredos e a autora é Candace Camp. Conta a história de um mocinho muito vilão, que é um nobre inglês quase falido, sem reputação nenhuma e vive um caso de amor obsessivo com sua amante há mais de 17 anos. Ele não consegue parar de jogar e, consequentemente, perde sua fortuna; nem parar a roda gigante nefasta e perigosa que é sua relação com uma mulher cruel e imoral. Eu entendi a doença do mocinho, juro, juro.

Na época, na Inglaterra, a maioria dos nobres ingleses, que não eram muito chegados no trabalho, estavam falidos e precisam se rebaixar, ou casando com plebeias cheias da grana ou americanas podres de ricas. No caso do conde de Ravenscar (Devlin) ele escolheu casar com uma americana chamada Miranda Upshaw. A autora descreve tão bem a personalidade dos dois. A Miranda sempre trabalhou com o pai e entende de negócios, o Devlin nunca pegou no pesado e foi renegado pelo próprio pai.

Miranda é aquele tipo de pessoa que gosta de consertar as coisas ao seu redor e Devlin passa a ser seu projeto pessoal. Ela se casou sabendo que ele queria seu dinheiro, que não a amava e tinha uma amante que o dominava completamente. Por isso, o tempo todo que li o livro essa frase não saia da minha cabeça: vim, vi e venci.

Vim: Miranda veio de outro país, sem conhecer os costumes locais, sem vontade alguma de se casar com um almofadinha, especialmente sendo inglês e cheio de dívidas.

Vi: A situação precária da vida do marido, cheio de dívidas e vícios, a casa caindo aos pedaços, mãe megera, amante odiosa.

Venci: Derrubar as barreiras de gelo ao redor do coração do marido e conseguir seu amor.

Quer coisa mais linda e tocante? Ou eu sou piegas declarada mesmo?

27 comentários:

  1. Paulinha, eu conheço a Candace!
    Ela é uma escritora de romances adultos e os livros dela retratam as cenas mais 'íntimas' com um detalhamento tão perfeito que parece que está acontecendo de verdade. dafsuhafdsuhfaduhshafusd.

    ResponderExcluir
  2. Esse é o primeiro livro da trilogia Aincourt's hearts.
    Já ouvi falar.

    E nem é piegas, é FANTÁSTICOO

    beiiijos

    ResponderExcluir
  3. Gente não consigo fazer nada nessa net.
    Vou desligar o micro e mais tarde volto. Tento, pelo menos.

    Beijos Paulinhaaaaaaaaa
    Parabéns, feliz aniversário.!!!

    ResponderExcluir
  4. Alôô vocês. Não conheço esse livro, mas não acredito que você acha ele melhor que Pássaros Feridos.
    Cê leu Pássaros feridos, Paulinha? e o outro que eu amo: a filha de mistral?
    hummmmmmmm!

    ResponderExcluir
  5. Paulinhaaaa, precisei pedir ao Taffa pra postar pra mim, acredita? Micro todo travado, mas consegui enviar e-mail pra ele.
    Taffaaaaaaaaa obrigada.


    Ah, o Filhote me mandou e-mail, foi pra PA. Tem ensaio hoje, monte de coisas.

    ResponderExcluir
  6. Na música "vi, não vivi" da Zélia Duncan ela cita esse "veni, vidi, vici" por causa do livro?

    ResponderExcluir
  7. Nunca li. Mas vou ler só de pirraça. (Semana passada fui chamada de piegas pelo professor de crônicas).

    Agora que leio mesmo.

    Valeu a dica, Paula!

    Beijossssssss

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAAAH! O Taffa agora todo sábado!

    E a foto dele lá em cima?

    ResponderExcluir
  9. oi Gatinhos..
    cheguei agora do Delta to quase morrendo!!

    Roxane obrigada por mnandar meu post para o Taffa e vc Taffa sem nem me conhecer postou para mim.. foi um otimo presente de aniversario..

    Camila a frase não se encontra no livro, vc não vai se arrepender de ler...

    taffa não achei tão detalhadas as cenas de sexo, mas é um romance adulto!!!

    ResponderExcluir
  10. Tafa, amanhã vou levar meus alunos na cidade de Ribeirão Preto para um passeio, sairei as 6 da madrugada, mas prometo que assim que chegar venho correndo ler seu post..

    gente hj é meu naiversario, to tão felizzzzzzzzzzzzzzzzzz

    ResponderExcluir
  11. Paulinhaaaaaa, a Laurinha chegou da Faculdade e capotou, crê? Não virá aqui hoje, mais certo.
    Marininha foi pro hotel trabalhar e de lá ela ia a um show de Luiza Possi... Mas todas te desejam parabéns e feliz aniversário.
    Tudo de bão procê sua nossa lôca!

    ResponderExcluir
  12. Jura que não tem cenas de sexo? Desisto então! hahah

    ResponderExcluir
  13. Gente, um amigo passa a ser um mau maigo se não liga no dia do aniversário?

    Paula, perdoa???

    ResponderExcluir
  14. A resposta da pergunta que encabeça o post: as pequenas vitórias.

    ResponderExcluir
  15. E não tem como não lembrar da música da Zélia Duncan. Que é um das minhas preferidas, vale lembrar.

    ResponderExcluir
  16. você é piegas declarada, linda, tocante e ficou mais veeeeeeeelhhhaaa
    aeeeeeee

    ResponderExcluir
  17. tá.. isso nao se comemora tanto assim, mas ne..

    aqui, parabens.

    ResponderExcluir
  18. nao vim na sexta porque trabalhei sexta o que nao fiz na segunda e na terça =)

    ResponderExcluir
  19. de qualquer forma...
    como a pessoa me escolhe um dia treze e ainda o mês de agosto?
    só a paulets mesmo

    ResponderExcluir
  20. miranda é a da revista d'O diabo veste prada

    ResponderExcluir
  21. PERAÍ

    CE TEM MIRANDA NO NOMEEEEEEEEEE

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi