segunda-feira, 9 de junho de 2014

Desses retalhos da vida


Tema: Tecido
Por Laura Reis

Helena e Miguel se conheceram na escola. Eles eram muito amigos e Miguel um apaixonado pelas meninas. Todas já tinham se interessado por ele com reciprocidade, inclusive Helena. Mas assim como com todas as outras, o interesse além-amizade por ela deixou de existir para ele.

Ela guardou aquilo por sete anos, três namoros e alguns HD’s (pra caber todas as fotos).

Encontraram-se por acaso na sorveteria preferida da atual noiva dele. E, por coincidência, de Helena também. Ela, sem graça por ter a impressão de que o que sentia não acabou. Eles, empolgados porque o casamento seria em duas semanas. Tão empolgados que, com os convites de sobra que ficavam no carro, chamaram Helena. "Todo mundo estará lá”, Miguel disse sorrindo. A noiva tinha talento pra caligrafia e fez ali mesmo, entre doces e água, um belo registro de seu nome.

O dia chegou e, mesmo depois de relutar muito contra a vontade e não-vontade de ir, Helena terminou de se aprontar, guardou a mágoa que construiu sozinha e o interesse que alimentou por anos debaixo daqueles botões.

Depois da cerimônia, onde encontrou alguns ex-colegas e se enturmou para criar coragem de ir à festa, já conseguia pensar no acontecimento como algo normal. Até que chegou a hora de cortar a gravata e dessa vez as moças arcariam com as despesas do véu da noiva também.

Enquanto discutiam sobre quem pagaria o que, Marcos, o melhor amigo de Miguel e também ex-colega de Helena, decidiu pegar os dois pedaços, arcar com os custos e entrega-los a ela, que saberia bem o que fazer.

Meses depois, Marcos teve a certeza de que fez bem ao deixar os pedaços de tecido com Helena, quando ela o chamou pra uma surpresa na nova casa: um quadro com os dois tecidos colados e em cima um "Nosso primeiro casamento juntos". Até chegar o deles, foram mais uns 7 (detalhe: inclusive outro de Miguel) quadrinhos.


A vida tem dessas coisas: você coloca um fato como protagonista, mas ele é só a ponte pro que realmente importa.

10 comentários:

  1. É A PRÓXIMA HELENA DO MANOEL CARLOS, MINHA GENTE!!!

    ResponderExcluir
  2. E essa filosofia no final?
    Amei muito!

    ResponderExcluir
  3. Aaai Laurinha, que dor no meu cotovelo. ..

    ResponderExcluir
  4. sou mto noveleira né?
    será minha profissão um dia.

    ResponderExcluir
  5. A JÔZINHAAAAAAAAA VEIO NO POST DE LAURINHA?


    Rosana sai da sala batendo a porta.

    ResponderExcluir
  6. Lembrando que eu tinha lido os post, por isso a rapidez nos comentários.


    Achei muito romântico, mas mei sem originalidade o nome dos protagonista, pois só pensei na Vera Fischer e no Tony Ramos. ElE foi um Miguel da livraria, num foi??

    ResponderExcluir
  7. Filhote, olha só título bonito!!
    Tá, seu também foi lindo!!

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi