terça-feira, 20 de agosto de 2013

Tema: foto 3x4
Por Rafael Freitas


"Achei um 3X4 teu e não quis acreditar que tinha sido há tanto tempo atrás...
Um exemplo de bondade e respeito do que o verdadeiro amor é capaz."

Sempre gostara dessa música, Vamos fazer um filme. Era da época em que adorava Legião Urbana. Ainda gostava dela, mas ultimamente este trecho vinha fazendo mais sentido.

É que sempre achou um gesto bonito ter a foto de pessoas que amava na carteira. Como se pudesse mantê-las ali, pertinho, onde quer que estivesse, pra matar a saudade com uma olhada rápida ou poder exibir seus amores aos conhecidos. Acreditava nisso, mesmo que não levasse nenhuma foto consigo.

Ao contrário da música, era a sua foto que poderia ser encontrada um dia no fundo da carteira de alguém, numa gaveta ou no bolso de um paletó que não era usado há um tempo. Meio roubada, meio ganhada, era uma lembrança tangível dos primeiros dias de felicidade e dúvidas inerentes ao amor. Mesmo sem fugir do estigma de que ninguém fica bem nessas fotos.

Agora as coisas não iam tão bem. E a canção martelando e fazendo mais sentido. Mas  era bom pensar que, quando a tal foto fosse encontrada, assim, por acaso, a lembrança não poderia ser ruim. Seria realmente  um exemplo de bondade e respeito, do amor mais bonito que esse alguém já tivera.


Pois era assim que se lembraria: o amor mais bonito que tivera. Com ele aprendera como é, hoje em dia, que se diz "Eu te amo". Só pra completar o sentido da canção.

15 comentários:

  1. Post sem título.
    Olha, cês já foram mais criativos.

    Quase titulei o post ontem com um "inerente".

    ResponderExcluir
  2. "o amor mais bonito que tivera"

    AMEI!!
    Essa frase tem minha cara.

    Sou modesta!!

    ResponderExcluir
  3. Fotos amorosas na carteira. Quem nunca?

    ResponderExcluir
  4. Palavras-chaves: Inerente. Tangível. Estigma.

    "Tia Rosana, diga pro Tio Rafa que eu conheço essas palavras. São feias, inclusive"
    (Aninha, ao telefone).

    ResponderExcluir
  5. Aninha, tb te amo, tá?!
    Eu sabia que vc iria descobrir as palavrinhas que escrevi pensando em vc! rs

    ResponderExcluir
  6. "Meio roubada, meio ganhada"...

    Não tô conseguindo explicar!
    huahsuhauhsa

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi