quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Pesquisa de observação

Tema: tabuleiro ou baralho?
Por: Aninha e Rosana Tibúrcio
Marininha
Tia Rosana ficou meio revoltada e implorou a minha volta, gente.
Ela falou que o tema da composição oppps post, dessa semana, é coisa de gente velha. Baralho ou tabuleiro lembra aposentado e ela que tá quase nessa achou que era uma indireta. Deu revolta. Xingou com o dedo em riste. Ficou triste. Chorou. Me chamou. Cá estou.

Viram como sei rimar?
Gosto de rimas e aprendi a rimar esses dias na escola.
Pra começar a pensar no tema cismei de rimar baralho e tabuleiro. Deu caralho e puteiro. Minha mãe ficou chocada e colocou pimenta na minha boca. Triste viu? Eu podia mandar todo mundo pra puta que pariu, mas promessa é promessa, então vamos nessa.

Resolvi fazer uma pesquisa de campo para essa composição. Não, não estou louca!!! Eu sei o que é pesquisa de campo. Tia Rosana, a tia mais sabe-tudo da paróquia me explicou esses dias o que é uma pesquisa de campo. Explicou tudo e terminou dizendo: "porque Aninha, pelo menos você vai fazer um TCC direito, não será como esse povo que tá formando esse ano e não quer nada com nada. Vou te ensinar tudo. E você vai aprender, não é?" É, né? Vou contrariar? Ai gente, foi triste, mas aprendi.

Então fui fazer uma pesquisa de observação. Observar os velhinhos aposentados na pracinha perto de minha casa, com umas mesas de pedra e uns desenhos de jogo de damas. E lá ficam os velhinhos, jogando uma coisa sem fim. Dama que é bom mesmo, passa longe deles.
Eu não, eu respeito os mais velhos e aprendo com eles. Aliás, foi com eles que eu aprendi as duas palavrinhas que rimaram baralho e tabuleiro. Achei ser coisa boa, pois obrigação de velho é ensinar. Coisa boa. Porque coisa ruim a gente aprende sozinha (a Tia sabe-tudo fala isso).

Esses velhos da pracinha, mesmo com uma vozinha cansada, antes de ontem começaram a gritar uns com os outros e um deles berrou assim: “caralho, tira essa carta da manga, caralho.” Eu pedi pra eles repetirem. O menos velho deles disse: “baralho, tira essa carta da manga, esse baralho. É um jeito da gente dizer pro colega parar de roubar no jogo, Aninha.” Ele falou isso e eu – na minha pesquisa de observação – vi que os velhinhos trocaram mil olhares uns com os outros. Hum, trocando olhares uiii, sei não, viu?? hihihihihi

Aí outro velhinho me pediu: “fia, vai ali buscar um copo d’água pro vô.” Quase disse a ele: “fia é a sua filha, meu vô tá no Acre, tem mais o que fazer, não é à toa como ocê.” Mas eu ficaria sem dentes – igual àquele outro velhinho da ponta do banco, se falasse algo parecido. "Certeza" (LAURA, 2011, p. todas)*.
No que eu virei as costas, ouvi outro velhinho dizendo assim: “gente, vamos devagar, tem criança por perto, isso aqui tá parecendo um puteiro.” Voltei na hora, porque gosto de aprender e era uma palavra nova. Perguntei o que era puteiro. O mesmo velho que repete as frases de jeito diferente disse: “é tabuleiro, Aninha, você ouviu mal.” Ãhãn, aposentados, sentam lá. (todos eles são surdos, falam alto e esquecem que meus ouvidos são bons).

Busquei a água, observei mais um pouco perguntei uma e outra coisa sobre baralhos e tabuleiros e disse a eles que era um exercício da escola. Se digo que ia escrever aqui no Guaraná hoje, era um tal de velhinho pegar computador de neto e não sair do nosso blog nesta quinta-feira.

Bom, Analisei, analisei os dados pesquisados e querem saber? Cheguei à conclusão: baralho ou tabuleiro? Prefiro um tabuleiro. Mas de bolo. Bolo da Marina. Aquela linda.

*Conforme ensinamento da Tia Rosana, é preciso dar crédito aos autores. 



Uma linda quinta-feira pra todos vocês, minhas gentes, pois nas quintas há sempre algo diferente no ar e hoje há o reflexo de minha exaustão... Porque ó, só Aninha pra tomar conta, meuzamores...

12 comentários:

  1. Antes de qualquer coisa, deixa eu falar: gente, a Aninha é menina má!

    ResponderExcluir
  2. Quantos anos mesmo essa menina tem, gente???

    ResponderExcluir
  3. E eu quero só ver ela vir pedindo pra gente pra jogar Uno na CAGC!

    Vou falar pra ela: Aninha, vai comer bolo!

    ResponderExcluir
  4. auhsushausah
    chorei de rir ...
    "Se digo que ia escrever aqui no Guaraná hoje, era um tal de velhinho pegar computador de neto e não sair do nosso blog nesta quinta-feira."

    ResponderExcluir
  5. gente, a aninha é a coisa mais sem noção que eu já vi ahahhha

    ResponderExcluir
  6. Minha mãe ficou chocada e colocou pimenta na minha boca. Triste viu?

    GENTE, COMO ASSIM?
    HAAHAHAHAHAH

    ResponderExcluir
  7. a aninha é mais inteligente que eu. sabe fazer referência bibliográfica de cor.

    ResponderExcluir
  8. A Aninha só deseja ser livre, mais nada!!!

    ResponderExcluir
  9. 'dedo em riste'
    QUE ISSO?



    "Pra começar a pensar no tema cismei de rimar baralho e tabuleiro. Deu caralho e puteiro."

    HSHASHAHAHA

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi