terça-feira, 27 de abril de 2010

E eu vou cantar uma canção pra mim

Tema: música
Por Rafael Freitas_



Eu fui fanático por Renato Russo e Legião Urbana quando adolescente. Tive todos os álbuns e sabia quase todas as letras de cor. Um amigo dizia que eu tinha “renatorrussite aguda” quando eu ficava triste. Eu era adolescente, vale ressaltar.

Hoje não ouço tanto. Mas ainda me encontro em algumas letras, como se tivessem sido escritas por mim.

Soul Parsifal, por exemplo. A oitava faixa do álbum A Tempestade, de 1996, foi composta em parceria com Marisa Monte (mas só soube disso há poucos dias). Nunca entendi o significado do nome. Mas nem sentia falta. A beleza da letra já bastava. (Procurando aqui e ali, descobri que Parsifal era um dos cavaleiros do rei Arthur que saiu em busca do Santo Graal e uma interpretação do título como “Alma inocente e casta”. Gostei!)

Desde que o tema Música se tornou frequente por aqui eu penso em Soul Parsifal. Como o retrato de uma fase. Ou como o desejo de ter um coração tão bonito, livre e simples.

Soul Parsilfal
Renato Russo e Marisa Monte


Ninguém vai me dizer o que sentir; meu coração está desperto.
É sereno nosso amor e santo este lugar.
Dos tempos de tristeza tive o tanto que era bom.
Eu tive o teu veneno e o sopro leve do luar...
Por que foi calma a tempestade?
Tua lembrança, a estrela a me guiar...
Da alfazema fiz um bordado.
Vem, meu amor! É hora de acordar!

Tenho anis, tenho hortelã, tenho um cesto de flores.
Eu tenho um jardim e uma canção.
Vivo feliz, tenho amor, eu tenho um desejo e um coração.
Tenho coragem, sei quem eu sou.
Eu tenho um segredo e uma oração...

Vê que a minha força é quase santa como foi santo o meu penar.
Pecado é provocar desejo e depois renunciar.

Estive cansado. Meu orgulho me deixou cansado. Meu egoísmo me deixou cansado. Minha vaidade me deixou cansado...
Não falo pelos outros, só falo por mim.
Ninguém vai me dizer o que sentir.

Tenho jasmim, tenho hortelã.
Eu tenho um anjo, eu tenho uma irmã.
Com a saudade teci uma prece,
preparei erva-cidreira no café da manhã.
Ninguém vai me dizer o que sentir.
E eu vou cantar uma canção pra mim.

29 comentários:

  1. Parece que o Rafa tá brigando com a formatação do texto... hahaha

    A Letra tá pequena como a da Paulinha... dãnnnn
    Mas ele tá vivo, é o que importa, né minhas gentes?

    ResponderExcluir
  2. ô mãe, cadê os modos?
    comentar enquanto a pessoa posta/formata/apanha NÃO É LEGAL.
    principalmente se for sobre isso.

    ResponderExcluir
  3. E aí? ó, ajeitei as letras pra você, mas tô curiosa pra saber o resto: título, imagem e pós-canção.

    ResponderExcluir
  4. Decerto que eu mudei o meu dia de postar pra quarta, né.

    Narainas, desculpa aí!

    ResponderExcluir
  5. Gente, essa música é muito bacana pra eu ter avacalhado com o meu dia de postagem, né.

    Guaranetes, desculpa aí.

    ResponderExcluir
  6. Olha, lindo o post e tal.
    Mas, preciso ser sincero: eu não dô conta do Renato Russo.

    ResponderExcluir
  7. Rosana, a Laureis ensinou o macete do ¹²³!

    ResponderExcluir
  8. Pecado é provocar desejo e depois renunciar?

    Isso pra mim é tática sexual!

    ResponderExcluir
  9. ahhhhhhhhhhhh cadê SEXO nos marcadores?

    Tá.

    ResponderExcluir
  10. Decerto que este post deu trabalho, né minhas gentes.

    ò, vim pra dizer três coisinhas:
    1. li o post
    2. Paulinha ligou mais cedo e mandou avisar que estava em Sampa e que à noite aparecerá. AGUARDEM
    3. Acabei de falar com a Marinha agora e ainda não será esta semana que as coisas vão se ajeitar lá pra ela. Semana que vem ela deve postar/comparecer/comentar.

    4. Liguei pra o Rafa hoje, porque o prazer maior dele é me deixar preocupada.

    5. Oi Taffa, oi Laurinha.

    Eram só 3 coisinhas? Ah, tem aquele babado de múltiplo de 5 e tal.

    Voltar ao trabalho.

    ResponderExcluir
  11. Eu gostava do Renato Russo, tinha medo dele destroncar, mas gostava.

    Um dó ele ter morrido tão cedo.
    Aliás, ele, Cássia, Elis, Cazuza e outros tantos.

    ResponderExcluir
  12. Ah!
    Essa imagem aparece no encarte do CD A tempestade. É um vitral do século XIII, da Catedral de Chartres.

    ResponderExcluir
  13. por que eu não consigo ouvir as músicas ali do lado?

    ResponderExcluir
  14. Mas essa eu prefiro ler mesmo.

    Lindo, Rafa.
    Hidratou a cultura também.

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Oi galerinha ..
    corri rapidinho aqui pra dizer que é impossivel postar essa semana ..
    mas daqui uns dias tudo estará dentro dos conformes .. ok?
    ;
    fui

    ResponderExcluir
  16. MEDO DELE DESTRONCAR foi phanthastyque!

    ResponderExcluir
  17. eu gosto do Renato Russo.
    das músicas, da voz, principalmente.
    daquele cd dele ao vivo no qual ele fica fazendo comentários entre as canções.
    adoro.

    ResponderExcluir
  18. confesso estou apanhando para conseguir falar o nome dessa música.
    aliás, nem sei se estou conseguindo.

    ResponderExcluir
  19. Pecado é provocar desejo e depois renunciar?

    Isso pra mim é tática sexual!
    [2]

    ResponderExcluir
  20. devo admitir que o último parágrafo desidratou minha plantação.

    ResponderExcluir
  21. Rafa, vc tem o álbum Equilíbrio Distante do Renato Russo, onde ele canta em italiano? Bom demais!!!

    ResponderExcluir
  22. Ah! Rafa, um tal de Carlos Rafael Batista pediu pra ser meu amigo no Facebook e eu pensei que fosse vc. E aceitei.
    Foi mals confundir o Freitas com o Batista. Agora tenho que tirar o cara de lá.

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi