terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Quero ver sangue rolar no copo-de-leite da noiva.


Tema D.R.'s
Por Rafael Freitas_


A cerimônia estava para começar. A igreja fora ricamente decorada com flores brancas. Copos de leite. Ou eram rosas e margaridas? Isso não era importante.

O vestido branco todo bordado. Os cachos cor de mel da dama de honra. As lágrimas da mãe do noivo. A ausência do pai falecido. As músicas escolhidas com tanto cuidado.
Nada era importante.

Aquele era o momento e ela não poderia esperar mais. Muitas coisas mal resolvidas já haviam ficado para trás e ela não poderia cometer o mesmo erro. Agraciada com toda solenidade, com o perfume de amor, das promessas e sonhos, nem esperou que o padre anunciasse o tão famoso “que fale agora ou cale-se para sempre”. Ela sabia que isso era coisa de novela. Foi então que a mulher de vestido vinho brilhante, cabelos loiros presos atrás, acompanhada pelo rapaz de terno cinza e cara sem graça começou. Olhos furiosos e frases ríspidas roubando a cena. Incomodando.

Discutiam a cena de ciúmes da noite passada. O atraso dele ao ir buscá-la no cabeleireiro. A cor da gravata que não combinava com seu vestido. A última vez que foram a um bom restaurante. A falta de interesse dele pela família dela. Ele, por sua vez, reclamava da prisão que o amor havia se transformado. Das peladas que não pode curtir com os amigos. Do vexame dela na porta do bar. Do tempo que estavam sem fazer amor.

Ali no altar, na presença de todos os convidados. Eles que eram testemunhas do casal que deveria ser o mais importante da festa. Agora eu era testemunha de tamanha grosseria e falta de consideração: estava sentado atrás dos tais padrinhos [ridículos].

Sempre acreditei que discutir a relação era necessário. Talvez seja quando os amantes estão abertos para ouvir e compreender o outro; quando os argumentos estão baseados no respeito e se a discussão se parece mais com um papo de amigos que com uma briga de pai e mãe.
Não era o caso. Cobranças e alfinetadas não fazem um amor melhorar. Nem reacender. Só machucam mais. Desgastam.

A prova dos nove: o namoro dos padrinhos desagradáveis acabou.
O casamento de que foram testemunhas não.

24 comentários:

  1. Quando você voltar
    Legião Urbana



    Vai, se você precisa ir
    Não quero mais brigar esta noite
    Nossas acusações infantis
    E palavras mordazes que machucam tanto
    Não vão levar a nada, como sempre
    Vai, clareia um pouco a cabeça
    Já que você não quer conversar.
    Já brigamos tanto
    Mas não vale a pena
    Vou ficar aqui, com um bom livro ou com a TV
    Sei que existe alguma coisa incomodando você
    Meu amor, cuidado na estrada
    E quando você voltar
    Tranque o portão
    Feche as janelas
    Apague a luz
    e saiba que te amo...

    ResponderExcluir
  2. Eu não sei brincar de título, não.
    =[

    ResponderExcluir
  3. Rafael Freitas disse...
    Eu não sei brincar de título, não.
    =[


    é.. realmente
    ahsuihasuihasuihisuhas

    ResponderExcluir
  4. aqui.. é verdade ou ficção?

    mimconta

    ResponderExcluir
  5. tá vendo né?
    dr só atrapaaalha!!

    ResponderExcluir
  6. Eu continuo não sabendo brincar de título...
    =[

    ResponderExcluir
  7. Sugestões pra título do post:

    1. Eu não vi isso!!

    2. O xilique fora de hora

    3. Inda bem que não eram casados

    4. Tudo tem seu tempo, caralho!!

    5. A ausência do pai falecido ?!?! [hahahahahaha]

    6. Quero ver sangue rolar no copo-de-leite da noiva

    7. Vamos acabar com essa pasmaceira

    8. Me convidou? Agora aguenta...

    9. Nada era importante, até que...

    10.Chora agora, mãe da noiva.



    De nada,Filhote. Eu sou muito boUUUaaa e generosa.

    ResponderExcluir
  8. Ai, gente, eu SE divirto!


    Quer brigar? Tudo bem, mas eu me recuso a brigar em público.
    Porra meu, que grosseria. Nada mais ridículo que brigar ou ficar se agarrando em público.

    ResponderExcluir
  9. Eu me acaba de rir com minhas sugestões de títulos.
    Ai ai, tô fudidaça na quinta. Esse tempa é um porre, porém, inevitável.

    ResponderExcluir
  10. 5. A ausência do pai falecido ?!?! [hahahahahaha]

    6. Quero ver sangue rolar no copo-de-leite da noiva



    voto neles

    ResponderExcluir
  11. Tá, foi bonitinho essa tentativa de uma poesia-sei-lá-o-quê.. mas confundir copo-de-leite com rosa e margarida... hahahaa
    Vamu interná o moço de terça...
    hahahahahahaha

    ResponderExcluir
  12. "6. Quero ver sangue rolar no copo-de-leite da noiva" é o melhor.

    sem mais.

    ResponderExcluir
  13. Gente, esse meu recado aqui foi um trem estranho. Deve ser esses alfinetinhos do Filhote: medAAA!

    Eu me acaba de rir com minhas sugestões de títulos.
    Ai ai, tô fudidaça na quinta. Esse tempa é um porre, porém, inevitável.



    BEM FEITO PRA MIM!!!

    ResponderExcluir
  14. Só pra frisar: eu nunca confundiria copo-de-leite coim rosas e margarida, tá?!

    É tudo culpa da licença poética!

    ResponderExcluir
  15. E eu acho que preferia o título do pai falecido, ou então do choro da mãe da noiva.

    Mas o sangue no copo-de-leite ficou legal tb.
    E como eu sou um cara muito democrático, aceito opiniões!

    ResponderExcluir
  16. Essa música tá muito dramática.
    Vou trocar, posso????

    ResponderExcluir
  17. acho q eu sou o único homem no mundo q gosta e insiste em Drs... acho válido, necessário e sinto necessidade venal de saber como a outra parte tá encarando a realidade compartilhada...

    ResponderExcluir
  18. "da prisão que o amor havia se transformado", quem uma frase mais poética, real e fatalista q essa?! ela resume o texto, mas, q bom, não resume o amor!!!

    ResponderExcluir
  19. e eu ainda voto pelo título original... já imaginou alguém dando palpite no "Dom Casmurro": - Não, Machado, bota Olhos de Ressaca, ou Dúvida, e etc...?!

    ResponderExcluir
  20. Meu Deus .. que título é esse?
    .
    .
    aff .. se eu estivesse atrás desse casal, sei não .. ou daria uma porrada nos dois ou teria uma crise de riso.
    .

    ResponderExcluir
  21. Filhote dos títulos sugeridos aqui por mim, a boUUUa o melhor é:

    Chora agora, mãe da noiva...


    hehahaha

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi