segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Múltipla

Tema (atrasado): dia do oposto

we♥it


Acordo as cinco e quarenta e cinco em ponto. Sem despertador. Meu reloginho interno não é só ligado ao intestino não. Preparo meu café da manha, fazendo meu suco (laranja, manga, uva ou qualquer outra fruta que tiver na geladeira) e umas torradas e ainda como umas outras frutas que já estavam preparadas por mim, na geladeira.  Vou direto pra academia, nas minhas uma hora e meia de malhação intensiva. As vezes intercalo com aulas de surf. Sim, moro perto da praia.
Lá pras oito e meia vou pro laboratório, onde faço fórmulas pra remédios que mais parecem poções mágicas: trabalho com homeopatia. Isso na parte da manhã, porque no período da tarde dou aulas de violino. Isso mesmo! Mas antes tenho que almoçar. De 12:30 até 14:30 faço meu almoço, como direitinho e ainda tiro uma soneca. A louça deixo pra minha ajudante arrumar, porque se tem um serviço de casa que detesto fazer é lavar louça. Mas aí a ajudante aproveita e passa um paninho aqui, lava umas roupinhas ali e, no fim das contas eu fico por conta só de cozinhar mesmo.
Depois de tirar esse cochilo de 10 minutos exatos (lembre-se de meu reloginho interno!), que às vezes me descansa mais que as 8 horas de sono noturno, vou então pra escola de música onde leciono violino. Nesse ano. Porque ano passado eu dei aula de piano pros mais velhos e ano retrasado de violão pros pequenos. Atualmente só não sei tocar chocalho. Sério, eu sempre me confundo com o ritmo que ele pode fazer.
Normalmente minhas aulas acabam por volta de quatro e meia da tarde e é o momento que tenho pra ir visitar minha família. Ou ir até hospitais e creches ajudar com os pequenininhos. Tenho estado assim, quase mãe, porque decidi que vou me casar logo logo (acho que ano que vem) e pretendo bem ter uns 3 ou 4 filhos: Wellington, Willian, Waldemar e Wilma.
Por fim, chego em casa sempre as sete horas, que é quando faço minha janta, tomo meu banho, fico um pouco na hidro e vou direto pra cama ter minhas oito horas de sono da beleza.
Ah, falando em beleza, comprei um novo armarinho onde, enfim, posso guardar, TODAS as minhas maquiagens!!!

16 comentários:

  1. Pra quem toca piano, violão, violino...(não sei os outros porque você só falou dos dois últimos anos)
    chocalho deve ser dificílimo.

    ResponderExcluir
  2. Violão, piano e violino?

    Inveja define.

    ResponderExcluir
  3. Frutas no café da manhã?

    Inveja define.

    ResponderExcluir
  4. e eu que custei a dormir pensando no quanto esse título ficou ridículo?

    ResponderExcluir
  5. "Atualmente só não sei tocar chocalho", ou seja, eu sei tocar TODOS OS OUTROS INSTRUMENTOS.

    risos.

    ResponderExcluir
  6. Eu me recuso a ser avós desses nomes. Aliás, detesto nomes começados com essa letra. Enfim! Essa foi a parte imbecil do post.

    ResponderExcluir
  7. Ela também é chegada a uma ajudante... hauahas

    ResponderExcluir
  8. O próprio blog rejeitou meu último comentário.
    Ele, realmente, tava muito imbecil.

    ResponderExcluir
  9. Ia repetir, mas esqueci. Tinha um lance de que eu estou com fome.

    ResponderExcluir
  10. rosana.
    o texto é sobre O P O S T O.
    logo, SE você tiver netos, eles não se chamarão assim.
    entendeu agora, linda?

    ResponderExcluir
  11. aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    Cês perceberam que ganhei um coice???


    aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!


    Mas vem cá, posso perguntar por que não inventou outra mãe no seu dia do OPOSTO?




    ADEUS, cinco letras!!

    ResponderExcluir
  12. Gente, cês perdoa eu... Mas só devo postar mais tarde, como na semana passada, visse?

    beijo!

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi